Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Rolling Stone

Kristen Stewart: "quero fazer a coisa mais gay que você já viu em sua vida"

Capa da Rolling Stone US, atriz posou em um ensaio com referências a fluidez de gênero; na entrevista, ela falou sobre machismo em Hollywood, 'Crepúsculo', vida pessoal e seu novo papel em 'Love is Bleeding'; aqui separamos 10 frases da atriz

Redação Publicado em 14/02/2024, às 16h45

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Kristen Stewart para a Rolling Stone US (Collier Schorr)
Kristen Stewart para a Rolling Stone US (Collier Schorr)

Kirsten Stewart está na "coisa mais gay que você já viu em sua vida". A atriz é a capa de fevereiro da Rolling Stone US, na qual resolveu, por conta própria, emular sua identidade de gênero fluída tanto no ensaio, clicado por Collier Schorr, como na entrevista dada a Alex Morris:

"Se eu passei por toda a série Crepúsculo sem fazer uma capa da Rolling Stone é porque os garotos eram os sex symbols. Agora eu quero fazer a coisa mais gay que você já viu em sua vida", disse a atriz.

+++ LEIA MAIS: Por que fama é a pior coisa do mundo, segundo Kristen Stewart

Kristen Stewart para a Rolling Stone US (Collier Schorr)

Às vésperas da estreia de Love is Bleeding, que chega aos cinemas dos Estados Unidos dia 8 de março, Kristen dá sua opinião sobre o machismo na indústria, que enfrenta desde a estreia no cinema, no início dos anos 2000.

Agora, aos 33 anos, ela vira o jogo ao interpretar uma dona de academia no thriller romântico da A24 dirigido por Rose Glass. No filme, sua personagem Lou se apaixona por uma fisiculturista (interpretada por Katy O'Brian), e, como descreve Stewart, "agita a latinha de Coca, mas ela explode e acaba pegando em todo mundo".

"Foi realmente divertido pra caralho dar à irmã pequena e lésbica a chance de ser a protagonista em um filme", descreve Stewart sobre o novo projeto.

No texto, o jornalista Alex Morris descreve como a preparação de Stewart para o papel, que envolve treinos intensos de kickboxing e ioga, têm alterado o físico da atriz:

"Kristen Stewart é forte para caralho e não estou falando metaforticamente. Não estou, por exemplo, falando de qualquer experiência em seu passado que ela tenha, entre aspas, superado, como naquela vez em que ela estava naqueles filmes de vampiro-lobisomem e foi decretada como a Atriz Mais Odiada do mundo por não parecer excitada o bastante ao sentar-se em uma sala repleta de jornalistas para discutir como tinha sido dar uns pegas em seus colegas de trabalho. Ou naquela outra vez em que ela foi clicada beijando o diretor muito mais velho (e casado) de Branca de Neve e o Caçador, ou ainda por ter sido banida da sequência do filme pelo horror que isso causou. Tampouco estou falando da bravura de interpretar Joan Jett em frente a Joan Jett. Ou de interpretar a Princesa Diana em frente a um mundo de espectadores. Ou da coragem necessária para sair do armário durante o Saturday Night Live com uma resposta seca aos tweets maldosos de um apresentador de reality show demente que virou presidente. Em outras palavras, não estou falando de "força" como a descrição de ouro dada às mulheres famosas que não racham diante dos rótulos que a sociedade aplica a elas. Não. Estou falando, literalmente, dos bíceps de Kristen Stewart."

Kristen Stewart para a Rolling Stone US (Collier Schorr)

Na entrevista, a atriz ainda comenta sobre interpretar a protagonista Bella Swan em Crepúsculo, papel que lhe deu projeção global, tornando-a uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood durante os anos de produção da série.

Veja abaixo 10 declarações de Kristen Stewart a sua entrevista de capa para a edição americana da Rolling Stone e leia o texto completo (em inglês) aqui:

10 frases de Kristen Stewart para a matéria de capa da Rolling Stone

"Foi realmente divertido pra caralho dar à irmã pequena e lésbica a chance de ser a protagonista em um filme. Ela nunca é a protagonista. Ninguém que foder ela. Digo, é alguém que algumas pessoas até fodem, mas que você não deveria querer foder."
Kristen Stewart sobre sua personagem em Love is Bleeding
"Acho que nunca performei feminilidade de modo a aproveitar de seus benefícios de uma forma que fosse mentira. Eu sou muito fluída e nunca senti, como, 'Oh, uau, eu estava vivendo essa mentira por um tempão para conseguir trabalho'. Isso teria sido errado. Eu teria aproveitado para interpretar em todas as qualidades tonais. Mas só há certo sucesso possível quando você escolhe [interpretar] a garotinha. Não há espaço para esta outra."
Kristen Stewart sobre a relação de sua identidade de gênero com o trabalho como atriz
"Minha sexualidade é totalmente fluída. Estou por toda a porra do mapa, e acho que já era assim [na puberdade]. Mas eu também realmente queria ser normal e gostosa, então pensei, 'Legal, vou fazer tudo o que puder para tentar parecer uma garota e fazer esses meninos gostarem de mim'. É isso. É uma história totalmente normal."
Kristen Stewart sobre a relação com a própria identidade de gênero durante a puberdade
Kristen Stewart para a Rolling Stone US (Collier Schorr)

"Me dá raiva. E não de uma forma, tipo, 'eu faço isso há tanto tempo, portanto eu mereço'. É mais como, 'se eu fosse um homem, vocês acreditariam em mim, porra!'"
Kristen Stewart sobre machismo em Hollywood
"Os anos 1990 e 2000 foram realmente horríveis para mulheres jovens, não acha?"
Kristen Stewart sobre as cobranças sobre o porte físico das mulheres nos anos 90/2000
"Eu amava ser triste e a porra toda. Meu deus, eu fiz um projeto de arte completo em cima disso: minha vida inteira."
Kristen Stewart brinca sobre a fase em que teve dificuldades para dormir e foi considerada antipática pela indústria
"Se eu passei por toda a série Crepúsculo sem fazer uma capa da Rolling Stone é porque os garotos eram os sex symbols. Agora eu quero fazer a coisa mais gay que você já viu em sua vida. Se eu pudesse, deixaria um bigode. Se pudesse, deixaria um caminho da felicidade com o botão da calça aberta. Eu faria. Os caras - me desculpe! - mas seus pentelhos são exibidos em minha cara o tempo todo constantemente, então fico 'ummmm', mandem ver"
Kristen Stewart sobre seu ensaio de capa para a Rolling Stone
"O estúdio estava tentando fazer um filme para crianças. Eles não queriam o que estava escrito de fato nos livros. Quando caralhos [Bella e Edward] estavam sorrindo, tipo, em qualquer momento?"
Kristen Stewart sobre a adaptação cinematográfica de Crepúsculo
"Rob e eu não podemos continuar falando dessa merda, porque é esquisito pra caralho! É como se alguém ficasse te perguntando - e eu digo, literalmente por décadas - 'Mas e aquele seu último ano no Ensino Médio?', você fica, 'Sei lá, porra, eu não sei!'"
Kristen Stewart sobre questionamentos sobre seu namoro antigo com Robert Pattinson
"Não tenho medo da gravidez. Não tenho medo de ter um filho. Mas tenho tanto medo do parto, é muito louco. Você já ficou tão drogada que de repente precisou apoiar as mãos nos joelhos? Eu odeio isso. Digo, eu fumo muita maconha - eu obviamente me automedico -, mas não curto drogas pesadas. E eu tentei - um monte. Só não consigo lidar."
Kristen Stewart sobre família e a maternidade

Por que fama deixa Kristen Stewart nervosa

Essa não foi a primeira vez que Kristen Stewart comentou sobre o peso de ser uma atriz da primeira linha de Hollywood, bem como do peso da fama.

Em entrevista de 2015 à Harper’s Bazaar (via Far Out), a americana refletiu sobre um desses grandes problemas: os maldosos comentários online. Kristen admitiu que se deixava impactar bastante com o que as pessoas diziam sobre ela na internet. Ela também contou que adotou uma postura mais comedida em declarações à imprensa e presenças em tapetes vermelhos por conta disso.

“Ter tanta energia humana lançada sobre você e depois ser analisada criticamente é obviamente algo que te desarma. Questões de controle me deixam muito nervosa. É não saber o que vai acontecer.”

Stewart foi além e revelou que situações do tipo a deixavam “aterrorizada”.

Então o que as pessoas estavam vendo (em entrevistas e eventos) era o que acontece quando você fica aterrorizada. Minhas mãos suam, meus joelhos tremem, mal consigo ficar de pé, custo a respirar, sinto náuseas.”