Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Primavera Sound: Phoebe Bridgers estreia no Brasil após show cancelado: ‘Precisava tocar este ano' [ENTREVISTA]

Phoebe Bridgers demonstrou empolgação para show no Primavera Sound, comentou parceria com Taylor Swift e projetou próximo disco em entrevista à Rolling Stone Brasil

Phoebe Bridgers (foto: Frazer Harrison/Getty Images for Coachella)
Phoebe Bridgers (foto: Frazer Harrison/Getty Images for Coachella)

Phoebe Bridgers parece animada para tocar pela primeira vez em solo brasileiro. A cantora estadunidense chega ao país para o Primavera Sound São Paulo, que também faz sua estreia no continente sul-americano neste final de semana. 

Com dois discos bem conceituados na bagagem, a autora de "Motion Sickness" deve encontrar plateia receptiva, formada por fãs que aguardam sua vinda desde o anúncio do line-up do Lollapalooza 2022. Embora estivesse escalada, Phoebe cancelou show que deveria ocorrer em março. Em entrevista à Rolling Stone Brasil, comentou sentimentos na ocasião e revelou determinação para encontrar outra oportunidade: "Fiquei super desapontada. Falei para minha equipe: ‘Preciso tocar lá este ano! Façam acontecer.'" 

+++ LEIA MAIS: Phoebe Bridgers admite que ‘é um desafio’ compor músicas mais felizes

Na rápida conversa por Zoom, semanas antes de sua apresentação no Distrito Anhembi, Bridgers relembrou parceria com Taylor Swift - que anunciou a colega e amiga como ato de abertura de sua nova turnê, The Eras Tour.  Após faixas colaborativas na era folk da estrela pop, novas parcerias não foram descartadas

Phoebe Bridgers no Coachella

Além de marcar sua estreia no Brasil, Primavera Sound São Paulo também deve proporcionar reencontro com outras artistas admiradas por Phoebe, como Mitski e Japanese Breakfast - e a cantora não escondeu ansiedade para assisti-las no palco novamente. 

+++ LEIA MAIS: Guitarra quebrada de Phoebe Bridgers foi vendida por mais de R$ 578 mil

Confira entrevista completa de Phoebe Bridgers à Rolling Stone Brasil:


Rolling Stone: Após dois anos do seu último disco, Punisher, você esteve bastante ocupada com turnê e outros projetos. Deu tempo de entrar em um estúdio para pensar no próximo disco?
Phoebe Bridgers: Na verdade, não. [Risos] Estive por aí, fazendo a turnê. Estou sempre pensando em compor músicas, mas por enquanto são apenas os estágios iniciais.


Você espera manter a combinação de Punisher, entre letras pessoais e bem-humoradas com sonoridade folk, ou talvez avançar para algo mais pesado?
Falando sobre a produção, estou definitivamente interessada em avançar para algo mais pesado. No final, vai acabar sendo uma combinação de tudo, como sempre é para mim - algumas faixas realmente pesadas e outras muito folk. 


Com o lançamento de Midnights e a turnê de Taylor Swift, conta um pouco sobre o convite para trabalhar com ela.
Foi incrível! Eu estava muito empolgada para responder à mensagem. Respeito muito ela como artista, sinto que boas letras na música pop são muito subvalorizadas. Quero dizer, eu amo músicas pop com cinco palavras, mas sinto que ela sempre esteve um passo à frente e fazendo coisas profundas desde que era criança. Muito legal.


Trabalharia com ela novamente?
Sim! A qualquer momento.


Você escreveu  "Sidelines” para Conversas entre Amigos, série inspirada no livro de Sally Rooney. Esse é um tipo de leitura que você gosta?
Sim, um dos meus favoritos é o que saiu no ano passado, Belo Mundo, Onde Você Está. Eu amo Sally Rooney. Mais uma vez, é uma ótima escritora.


Um dos momentos marcantes da turnê de Punisher foi sua performance no programa Saturday Night Live, onde voce quebrou sua própria guitarra. Havia uma mensagem por trás daquele ato?
Definitivamente nenhuma mensagem! Sempre quis fazer aquilo e fiquei feliz de ter uma oportunidade. Em um show normal, aquilo seria um desperdício, mas para tantas pessoas em rede nacional, pensei: ‘Preciso fazer’.


Aquilo foi bem legal.
Sim, valeu!


O que os fãs podem esperar do seu show no Primavera Sound São Paulo? Alguma surpresa no setlist?
Não sei, espero que sim. Eu amo shows em festivais, eles fazem você perceber quais são suas músicas favoritas, porque é necessário deixar algumas de fora. Estou muito empolgada. 


O fim de semana também tem shows de outras artistas incríveis, como Japanese Breakfast, Mitski, Charli XCX. Você pretende assistir alguma apresentação?
Essa é minha parte preferida sobre festivais, assistir meus amigos tocarem. Ainda não dividi o palco com Japanese Breakfast e Mitski esse ano, então quero muito vê-las.


Por que o show do Lollapalooza 2022 foi cancelado? Foi uma opção sua?
Não, precisamos cancelar por várias razões pessoais. Eu fiquei super desapontada. Falei para minha equipe: ‘Preciso tocar lá este ano! Façam acontecer.’ Estou contente que funcionou, eu não poderia perder outra oportunidade de ir a um lugar onde nunca estive antes.