A Era da Estupidez tem sessões únicas nesta terça, 22

Docudrama, que dá uma versão apocalíptica para a Terra em 2055, será exibido em 40 países; sessão prevê painel de debates e transmissão de show com Thom Yorke

Da redação Publicado em 22/09/2009, às 13h17

A Era da Estupidez, filme que pretende chacoalhar consciências sobre a importância de lidar com o aquecimento global, terá sessões únicas nesta terça, 22, em 40 países. A exibição, que acontece em 12 cidades brasileiras, contempla ainda debate com Kofi Annan (ex-secretário geral da ONU) e Gillian Anderson (a agente Dana Scully da extinta série Arquivo X), entre outros, além de show com Thom Yorke, ambos transmitidos ao vivo de Nova York.

Mescla de ficção e documentário, o longa traz Pete Postlethwaite (indicado ao Oscar em 1994, por Em Nome do Pai) no papel de um arquivista, em 2055. Caberá ao personagem narrar, com inclinações apocalípticas, um futuro hipotético, em que a humanidade teria ignorado os alertas sobre o perigo da destruição ambiental. A direção fica por conta de Franny Armstrong, ativista especializada em documentários engajados na causa ambiental.

Com orçamento equivalente a R$ 1,3 milhão e financiado por 223 indivíduos, o filme independente quer servir como mais uma ferramenta de pressão para líderes políticos que, em dezembro, se reunirão na 15ª Convenção das Nações Unidas Para Mudanças Climáticas (COP-15), em Copenhagen, Dinamarca. Na reunião, a liderança mundial vai deliberar sobre um acordo para reduzir as emissões de fases do efeito estufa.

No Brasil, A Era da Estupidez ganhará projeção em São Paulo, Santos, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Curitiba, Fortaleza, Recife, Salvador e Porto Alegre. As sessões, marcadas para 21h50, têm entradas à disposição na Ingresso.com. A lista de cinemas você confere no site oficial do filme.