AC/DC nega aposentadoria e planeja gravar novo disco, mas confirma doença de integrante

Rádio australiana noticiou que Malcolm Young estaria seriamente doente e gostaria de passar mais tempo com a família na Austrália

Rolling Stone EUA Publicado em 16/04/2014, às 10h20 - Atualizado em 17/04/2014, às 20h20

AC/DC
Reprodução / Site oficial

Após dois dias de uma especulação massiva, a banda australiana AC/DC negou os rumores de que irá se aposentar. O vocalista Brian Johnson, em vez disso, revelou que o grupo tem planos para gravar um novo disco.

Galeria - Roqueiros também são bons de marketing.

“Nós definitivamente vamos nos reunir em Vancouver em maio”, disse ele ao Daily Telegraph. “Nós vamos pegar algumas guitarras, dedilhar as cordas e ver se alguém cria alguns trechos ou tem ideias de músicas. Se alguma surgir, nós vamos gravá-la.”

O história de que o grupo se aposentaria começou na última segunda-feira, 14, quando a rádio australiana 6PR reportou o fato em uma parte da programação dedicada aos rumores e tuitou que Malcolm Young e a família iriam “voltar para Oz porque ele está muito doente”. O jornalista Peter Ford ainda acrescentou, via Twitter, que “há um triste detalhe sobre isso que não vou falar abertamente, mas o empresário da banda pode escolher revelá-lo”.

Bruce Springsteen faz cover de “Highway To Hell” durante show na Austrália; assista

“O que está me parece é que essa turnê não será mais realizada e nunca mais veremos o AC/DC tocando ao vivo ou gravando de novo”, disse Ford. “Os garotos têm um pacto de não deixar ninguém entrar no grupo. Ninguém será substituído e quando alguém sair, a banda acaba.”

Johnson admitiu ao Telegraph que um dos integrantes da banda está doente, mas negou-se a ser mais específico. “Eu não gostaria de falar sobre o futuro”, disse. “Não estou excluindo nada. Um dos caras tem uma doença debilitante, mas não quero falar muito sobre isso. Ele é muito orgulhoso e privado, um cara incrível. Temos sido parceiros por 35 anos e eu gosto muito dele.”

Vamos correr? Veja dez músicas que não podem faltar na sua playlist.

Apesar da doença de um dos integrantes, Johnson disse que uma nova turnê ainda é possível. “Seria uma forma maravilhosa de dizer adeus”, disse Johnson. “Nós amaríamos fazê-la. Mas tudo está em aberto neste momento. O AC/DC é uma família muito unida. Nós nos mantivemos firmes nos anos 1980 e 1990, quando as pessoas nos diziam que deveríamos mudar nossas roupas e nosso estilo. Não o fizemos e as pessoas entenderam que éramos sérios.”