Al Pacino recebe prêmio pelo conjunto de sua obra

Ator foi homenageado na abertura do Festival Internacional de Cinema de Roma

Da redação Publicado em 23/10/2008, às 12h25

Al Pacino foi homenageado ontem, 22, com um prêmio pelo conjunto de sua obra como ator na abertura do Festival Internacional de Cinema de Roma, informou a agência Associated Press. Além de receber o prêmio, Pacino respondeu perguntas do público do festival.

Filho de imigrantes italianos, Pacino nasceu nos EUA e foi indicado ao Oscar oito vezes - ganhou uma estatueta em 1992, por sua interpretação em Perfume de Mulher, adaptação do diretor Bo Goldman para o romance de Giovanni Arpino.

Na conversa com o público, Pacino afirmou que sua melhor dica para novos atores é ensaiar. "Meu estilo é permitir que meu inconsciente fique livre, assim você não se censura", acrescentou.

O ator recebeu uma estatueta com o símbolo de Roma, uma loba e os irmãos Rômulo e Remo, e um prêmio em nome da escola teatral Actors Studio of New York, da qual é vice-presidente.

O Festival

O Festival Internacional de Cinema de Roma vai até o dia 31 de outubro. Vinte títulos participam da mostra competitiva central, a maioria de origem européia. Pride and Glory (ainda sem título em português), com Colin Farrell e Edward Norton no elenco, é o único filme norte-americano na competição.

Uma das obras mais esperadas do festival é 8, uma coletânea de curtas sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). São oito curtas, dirigidos por nomes como Gus Van Sant e Wim Wenders, sobre as oito metas estabelecidas pela ONU para melhorar o patamar de desenvolvimento no mundo até 2015.