Aplicativos oferecem múltiplas opções na hora de organizar sua biblioteca musical

Há desde versões com reconhecimento das letras até apps com visual retrô

Redação Publicado em 01/09/2013, às 10h28

O baixo integrado no Band. Aplicativo permite criar músicas com toques na tela do celular
Reprodução

Dos mais simples aos top de linha, os smartphones quase sempre possuem a opção de armazenamento de músicas, substituindo os MP3 players. Geralmente, o aparelho vem com um player mais básico, que permite que você armazene e ouça sua biblioteca de canções.

Existe, no entanto, um oceano de possibilidades quando o assunto é a variedade de aplicativos musicais, tanto para Android quanto para iOS. Mais ainda: há versões divertidas e bem completas que ocupam pouco espaço na memória e podem ser baixadas gratuitamente, como as que listamos abaixo. Quem gosta de música pode gastar horas explorando as possibilidades desses apps.

Se você quer conhecer as letras de suas músicas preferidas, o MusiXMatch é uma ótima opção (Android e iOS). Depois de instalado, ele rapidamente sincroniza todas as faixas do aparelho com o catálogo de letras do aplicativo. O layout é simples – basta clicar no artista ou no disco para começar a ouvir e ler os versos da canção na tela do celular. Além disso, ele também serve para reconhecer músicas que você não identifica (se você estiver ouvindo uma faixa no rádio, por exemplo, e quiser saber quem é o artista que está cantando).

Funcionalidades semelhantes tem o TuneWiki, também disponível para os dois sistemas. Mas ele é mais interativo: é possível ver o que outras pessoas estão escutando e compartilhar o que você ouve com amigos. Além disso, há a possibilidade de escutar rádios online de diversos países, se você estiver conectado à internet.

Visual

Enquanto os apps acima primam pela diversidade de funções, há os que buscam inovação visual, o que pode ser muito interessante para quem tem um smartphone de última geração. É o caso do AirCassette (iOS), feito para os nostálgicos: como o nome indica, ele se baseia na imagem de uma fita k-7 para reproduzir a biblioteca de músicas. Dá para voltar, correr, pular a canção, tudo no layout da fitinha. Essa é a graça do app, embora ele também ofereça uma opção de layout mais moderno.

Já o n7player (Android) tem um visual clean – os artistas e gêneros musicais ficam agrupados pelo nome, sem imagens, mas dispostos em letras grandes e de fácil visualização. Quando você clica no artista, por exemplo, rapidamente surge uma nova interface, com a foto, a lista de discos e as músicas, com o tempo de cada uma.

Você também pode ajudar a gente a aumentar a lista, contando qual é seu aplicativo musical preferido nos comentários abaixo.