Após atropelamento de paparazzo, Justin Bieber pede por mais segurança para celebridades, público e fotógrafos

“Meus pensamentos e minhas preces estão com a família da vítima”, declarou o cantor canadense, que era quem o fotógrafo queria clicar na hora do acidente, mas que não estava presente no local

Rolling Stone EUA Publicado em 02/01/2013, às 13h47 - Atualizado às 16h44

Justin Bieber
AP

Um fotografo foi atropelado e morto nesta terça, 1, em Los Angeles, depois de fazer imagens da Ferrari branca de Justin Bieber, reportou o Los Angeles Times. O carro, dirigido por um amigo do cantor, foi parado pela polícia na via expressa 405 Freeway e redirecionado para uma rua próxima. O fotógrafo, que segundo informações não era profissional, chegou à via, cruzou-a para conseguir clicar a ação e foi atingido por um veículo enquanto voltava para o seu próprio carro. Ninguém foi preso e o astro teen não estava presente na cena.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O cantor ofereceu condolências à família do fotografo. “Apesar de não estar presente, ou diretamente envolvido neste acidente trágico, meus pensamentos e preces estão com a família da vítima”, disse Justin em comunicado. “Espero que esta tragédia finalmente inspire uma legislação mais significativa e todos os outros passos necessários para proteger as vidas e garantir a segurança de celebridades, policiais, público inocente e os próprios fotógrafos.”

Justin tem uma tensa relação com os paparazzi. Em maio de 2012, o cantor foi acusado de desferir socos e pontapés em um fotografo em um estacionamento, apesar de as acusações, depois, terem sido retiradas. Em julho, uma perseguição em alta velocidade envolvendo o cantor e outro fotógrafo deu início a uma nova lei anti-paparazzi que penaliza os profissionais por dirigir perigosamente para conseguir as imagens. O paparazzo desta perseguição teve as acusações recusadas dentro da nova lei, mas irá responder judicialmente por direção imprudente e por desobedecer uma autoridade.