Badauí (CPM 22) e Rodrigo Lima (Dead Fish) participam do novo disco da banda Diabo Verde

Veni, Vidi, Vici! chegou às plataformas digitais na última quinta, 22

Redação Publicado em 23/09/2016, às 12h10

Diabo Verde
Reprodução

A banda Diabo Verde lançou na última quinta-feira, 22, o segundo disco da carreira. Intitulado Veni, Vidi, Vici! – referência à célebre frase atribuída ao cônsul romano Júlio César, que em português quer dizer “vim, vi, venci” – o álbum apresenta onze músicas inéditas, sendo que algumas contam com participações especiais de músicos como Badauí (CPM 22) e Rodrigo Lima (Dead Fish).

O disco foi gestado em parceria com o produtor Elton Bozza entre agosto e setembro de 2015 no Estúdio Superfuzz, na capital fluminense. A produção artística da capa ficou a cargo de Marcelo Vasco, que já trabalhou anteriormente com gente como Slayer, Machine Head e Soulfly.

Além dos vocalistas do CPM 22 e do Dead Fish – que cantam em “A Missão” e “Senhor do Destino”, respectivamente – ajudaram a conceber o sucessor de Sincericídio (2012) os músicos Vinícius Leal (The John Candy), Fabio Barreto (Serial Killer), Fellipe Mesquita (Filtra), Gabriel “Bil” Zander (Zander), Rhoodes Lima e Marcus Iahn (Macacos me Mordam). Fazem parte do Diabo Verde: Paulinho Coruja (vocalista e guitarrista), Fellipe Madureira (guitarrista), Bruno Baiano (baterista) e Fabio Magoo (baixista).

Assista ao clipe de "O Prisioneiro", que consta no mais recente disco do Diabo Verde.

Tracklist de Veni, Vidi, Vici!

1- “Intro”

2- “Escravo da Liberdade”

3- “Senhor do Destino”

4- “Recompensa"

5- “O Mal não Pode Triunfar”

6- “Nada é Impossível de Mudar”

7- “O Prisioneiro”

8- “Velhos Hábitos Nocivos”

9- “Golpe Baixo”

10- “A Missão”

11- “Ninguém Vai nos Derrotar”