Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Baywatch vai virar filme

Popular série dos anos 90 será transformada em comédia pelo roteirista Jeremy Garelick - que revelou nunca ter visto a série antes

Da redação Publicado em 08/07/2009, às 12h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail

Baywatch, a série que ficou famosa por levar salva-vidas sarados, em trajes de banho vermelhos, às areias californianas, vai ser adaptada ao cinema. E a tarefa de escrever e dirigir uma comédia baseada nesse universo estará nas mãos de Jeremy Garelick - que, em entrevista à revista Variety, confessou nunca ter assistido ao seriado.

A confissão não desanimou a Paramount Pictures, responsável por convocar o rapaz de 33 anos para o ofício. Desde que reescreveu (sem ganhar crédito) o roteiro de Se Beber Não Case (dirigido por Todd Phillips), um dos filmes mais lucrativos da temporada norte-americana, Garelick viu seu nome virar alvo de cobiça em Hollywood.

O anúncio de uma versão cinematográfica para Baywatch - que foi exibida entre 1989 e 1999, e depois até 2001, com o especial Baywatch Hawaii - não é novo. Até migrar à Paramount, o projeto permaneceu em banho-maria na DreamWorks - que teria pago uma boa quantia pelos direitos de adaptação da franquia, que detém recordes de série mais assistida de todos os tempos (chegou a ter mais de 1 bilhão de espectadores por semana, com exibição em 142 países). Com roteiro de Jay Scherick e David Ronn (a dupla por trás de Norbit), a produção, inicialmente, estava destinada a ser um filme de ação.

Garelick, então, foi convocado para revisar o projeto - até que teve a ideia de transformá-lo em comédia ao estilo de Loucademia de Polícia. "Em vez de tentar acertar o tom, imaginei que seria bem mais fácil escrever o primeiro ato para convey quem estes personagens eram". A partir daí, o gênero de ação foi deixado para trás. Com roteiro de 37 páginas, a nova versão se foca em dois inusitados aspirantes a salva-vidas. Os produtores, aliás, já deram o recado: os maiôs cavados que fizeram a fama de estrelas do seriado, como Pamela Anderson e Carmen Electra, voltarão.