Beastie Boys envia carta em resposta ao uso de música do grupo em propaganda de brinquedos

Rappers ressaltaram a decisão feita há muito tempo de não permitirem o uso da música ou do nome deles em propagandas

Rolling Stone EUA Publicado em 26/11/2013, às 12h37 - Atualizado às 12h38

Beastie Boys - galeria
Reprodução

O Beastie Boys compartilhou uma carta aberta dirigida à marca de brinquedos GoldieBlox com o jornal The New York Times nesta segunda-feira, 25, abordando o uso da música “Girls” pela companhia em uma propaganda viral da empresa.

As Muitas Vidas de Adam Yauch: como o beastie boy mais louco encontrou seu caminho, das ruas de Nova York à busca pela iluminação.

A marca, na semana passada, entrou com um processo contra os rappers reivindicando o uso no vídeo, já que a faixa 1986 teve versos reescritos, excluindo o machismo original, o que constitui na legalidade do uso.

O original da faixa tem trechos como:“Meninas – lavem os pratos / Meninas – arrumem meu quarto / Meninas – lavem a roupa / Meninas – e o banheiro”. Já no comercial, a marca alterou a letra para: “Meninas constroem naves / meninas codificam o novo aplicativo/ meninas que cresceram sabendo/ que elas podem construir isso”.

A GoldieBlox afirmou que criou “paródia com o objetivo tirar sarro da canção do Beastie Boys e, além disso, a ideia é quebrar estereótipos de gênero”. Os rappers, contudo, não permitiram o uso da música como uma “propaganda com o objetivo de vender um produto”.

Na carta, eles explicaram que estavam “impressionados pela criatividade e pela mensagem” do vídeo. Eles ainda mostraram suporte à causa da versão do comercial. “Apoiamos enormemente o aumento de poder das meninas jovens, derrubadas de estereótipos de gênero e ao incentivo à paixão por tecnologia e engenharia”.

Mesmo com o apoio à ideologia da empresa, o Beastie Boys dizem que o uso da música em uma propaganda vai contra ao que eles acreditam. “Não se confundam, o vídeo de vocês é uma propaganda com o objetivo de vender um produto”, escreveu a dupla. “Há muito tempo, fizemos uma decisão consciente de não permitir nossos nome e música fossem usados em propagandas. E quando tentamos perguntar como e qual é o motivo de usarem a nossa faixa ‘Girls’ no seu comercial, sem o nosso consentimento, vocês nos processaram”.

A GoldieBlox ainda não fez comentários a respeito da carta do Beastie Boys. E, enquanto isso, a propaganda segue no ar e já possui tem mais de oito milhões de visualizações.