Bivolt entrevista Cristal, Cristal entrevista Bivolt: A responsabilidade das minas na cena hip hop

As artistas são algumas das finalistas do Prêmio Nacional Rap TV, que vai ser transmitido no domingo - juntas, Bivolt e Cristal conversam sobre carreira, responsabilidades e reconhecimento no mundo musical

Camilla Millan I @camillamillan Publicado em 12/12/2020, às 10h00

None
Montagem de Bivolt (Alex Takaki) e Cristal (Alisson Batista)

Uma rapper já concretizada na cena e outra MC em ascensão, mas com uma trajetória artística impressionante. Bivolt e Cristal são duas minas que ganham cada vez mais evidência na cena hip hop - uma já consolidada, e outra que está ganhando os holofotes - e elas mostram que entraram para ficar.

A paulistana Bivolt é um dos nomes em evidência no rap brasileiro. Abusando da influência no R&B, a artista tem um estilo único foi indicada ao Grammy Latino pelo clipe de “Cubana”. Com o disco homônimo lançado em 2020, transita entre melodias calmas  e enérgicas, remetendo às batalhas de rua - e usa o rap para destruir estereótipos machistas.

+++LEIA MAIS: Ney Matogrosso entrevista Duda Brack, Duda Brack entrevista Ney Matogrosso: Pulsações artísticas, sexualidade e experimentações

Enquanto isso, Cristal, com apenas 18 anos, é uma artista em ascensão que ganhou muito destaque no ano de 2020. A trajetória dela começou com os slams, passando por intervenções artísticas, a publicação de um livro de poesia, participação em filme e chegando à música, onde pode se concretizar ainda mais enquanto rapper. 

As duas são finalistas do Prêmio Nacional Rap TV, que será transmitido virtualmente no canal de Youtube Rap TV no domingo, 13, às 20h. Bivolt é uma das artistas com mais indicações no evento (incluindo Melhor Álbum, Melhor Rapper Feminina, Hit do Ano e outras), enquanto Cristal é uma das indicadas para a categoria Revelação. 

+++LEIA MAIS: Djonga e BK' estão entre os finalistas do Prêmio Nacional RAP TV

Em entrevista concedida à Rolling Stone Brasil, Cristal conversou com Bivolt sobre a responsabilidade dela como MC, e Bivolt falou com Cristal sobre a indicação ao Grammy Latino, assim como projetos além do mundo musical. 

Bivolt entrevista Cristal 

Se pudesse viajar para o passado, o que você  falaria para a Cristal com 15 aninhos?

Eu diria para ela ter mais confiança em suas composições e na sua potência, por mais incerto que pudesse ser o momento.

Você sente que ser MC é ter alguma responsabilidade? Quais são essas responsabilidades?

Sim, muito. Responsabilidade de passar a palavra, transmitir a sua própria verdade e o peso da influência de cada verso criado.

Como você lida com a vida de ser MC? Sente que as coisas mudaram? Qual o lado positivo e o lado negativo de tudo isso?

Volto a falar sobre responsabilidade e ao mesmo tempo me permito ser mais livre na minha arte. Sinto que posso brincar mais com as palavras mesmo numa posição de alguém que está sempre sendo observada, avaliada e julgada.

Cristal entrevista Bivolt

Qual foi a sensação de ser indicada ao Grammy Latino este ano?

Fiquei muito empolgada por ter sido notada. Acho que todo mundo gosta de ser notado e ser reconhecido pelo trabalho, ainda mais ser reconhecido num prêmio de alcance global, um dos maiores do mundo e maior da América Latina. Então ter uma mulher do rap nesses espaços mostra o quanto nosso movimento é grande e imenso, e fazer parte disso é compartilhar de uma imensidão de felicidade.

Se pudesse escolher um artista de qualquer lugar do mundo para trabalhar em uma música, quem seria e por quê?

A Beyoncé… Pelo menos para aprender um pouco com ela, como ela pensa em um som e alcançar essa excelência que ela tem.

Tem algum projeto fora da música que você gostaria de executar?

Além dos projetos musicais, tenho me dedicado à minha empresa de produtos naturais e cosmético, mas tenho vontade da fazer muita coisa onde possa usar a arte para me expressar. Acho que tem '110' e '220' [duas faixas do disco Bivolt] aqui pra todos os lados, temos que ir para cima de tudo que pintar.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL