Bono se reúne com congressistas norte-americanos para salvar programas sociais para estrangeiros

Vocalista do U2 defende a manutenção de planos que combatem a fome e a Aids

Rolling Stone EUA Publicado em 12/11/2012, às 12h07 - Atualizado às 13h39

U2/Bono
AP

Bono irá passar por Washington nesta semana e pedir aos congressistas norte-americanos que não eliminem os programas de assistência social a nações pobres, segundo informou a agência Reuters. O vocalista do U2 irá conversar com representantes do Congresso e da administração de Obama, que tentam diminuir os gastos públicos em cerca de US$ 600 milhões em uma política conhecida como “fiscal cliff”, que deve ter efeito principalmente no início do próximo ano.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Bono fará apelo para salvar assistências de desenvolvimento, de acordo com o porta-voz da One Campaing, de Bono, argumentando que os programas auxiliam tratamentos contra Aids, ajudam na nutrição da população carente e são responsáveis pela sobrevivência de milhões de vidas enquanto representam gasto de apenas um por cento do orçamento nacional.

O cantor também irá se reunir nesta segunda, 12, com alunos da Universidade de Georgetown, para discutir o poder de movimentos sociais, e se encontrar com o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, na quarta, 14, para uma conversa sobre os desafios na luta contra a pobreza.