"Borat" ganha três processos na justiça

Ator foi processado por três entrevistados de seu filme, que se disseram enganados pela produção

Da redação Publicado em 10/09/2008, às 16h51 - Atualizado às 19h25

Sacha Baron Cohen, o "Borat", ganhou três processos que sofria desde a época da gravação de seu filme
Divulgação

O ator Sacha Baron Cohen ganhou três processos que estava sofrendo desde a época em que filmou o "documentário" Borat. O britânico era acusado de ter enganado um instrutor de direção e duas professoras de etiqueta, colocando-os em um filme que não era o que parecia ser.

O argumento do júri para dar a vitória a Baron Cohen é que todos os participantes concordaram por contrato a dar entrevistas, além de ter recebido dinheiro pelas aparições.

No filme, Baron Cohen se transveste do repórter Cazaque Borat, que vai aos EUA estudar a cultura do país ocidental, frequentemente colocando a si mesmo e seus entrevistados em situações constrangedoras, além de tentar realizar um sonho único: casar com a atriz Pamela Anderson.