Brian May diz que Bohemian Rhapsody é alvo de inveja como os discos do Queen

O filme já arrecadou US$ 844 milhões ao redor do mundo, e é a maior cinebiografia de todos os tempos

Redação Publicado em 18/02/2019, às 16h14

None
Brian May (Foto:Jordan Strauss/Invision/AP)

Sim, Brian May está de volta quando todo mundo achava que ele já havia rebatido tudo que tinha direito sobre as críticas a Bohemian Rhapsody. Até quem reclamou do filme deixou a história para trás. Mas ele não.

Em uma entrevista recente ao site Deadline, o guitarrista do Queen disse estar "impressionado com o tanto de rancor que o filme evocou em certas pessoas, e que sentem a necessidade de gritar o quanto elas acharam ruim". 

Ao mesmo tempo em que demonstra se incomodar profundamente cada vez que se depara com uma nova crítica negativa à cinebiografia, ele declarou que está acostumado. "Tudo que consigo imaginar é que, no fim das contas, existe nessas reclamações uma inveja similar àquela que recebíamos nas resenhas de quando lançávamos música. Isso até aparece no filme." 

"Talvez haja algo na forma como nos dedicamos ao trabalho que consegue unir grande parte do mundo, mas faz um pequeno grupo isolado de pessoas ficar ressentido", acrescentou.

Bohemian Rhapsody já arrecadou US$ 844 milhões ao redor do mundo, e é a maior cinebiografia de todos os tempos, podendo inclusive ganhar uma continuação.