Bryce Dallas Howard será a vilã do novo filme da franquia Crepúsculo

Dona de currículo eclético, que vai de Lars Von Trier a Sam Raimi, atriz substituirá Rachelle Lefevre no papel da vampira Victoria

Da redação Publicado em 29/07/2009, às 15h12

A vampira Victoria, vilã da franquia Crepúsculo, ganhará novo rosto no terceiro filme da série, Eclipse: sai Rachelle Lefevre, que interpretou a personagem no primeiro filme e em sua sequência, Lua Nova, entra Bryce Dallas Howard.

A canadense Lefevre abandonou a produção por conflito de agenda, de acordo com a edição online da Variety. As gravações, que começam em agosto, devem coincidir com as de Barney's Version, produção com Dustin Hoffman e para a qual a atriz está escalada.

Filha do ator e diretor Ron Howard, Bryce é queridinha do cineasta M. Night Shyamalan, tendo participado de filmes como A Vila e A Dama na Água. Seu currículo é diversificado: vai desde blockbusters como Homem-Aranha 3 e O Exterminador do Futuro: A Salvação até Manderlay, do dinamarquês Lars Von Trier.

Erik Feig, executivo da Summit Entertainment, produtora da série baseada nos livros de Stephenie Meyer, manifestou sua felicidade quanto à nova aquisição no set. "Rachelle trouxe Victoria de uma forma maravilhosa às telas, e Bryce irá levar uma nova dimensão à personagem. A franquia tem sorte por ter uma atriz tão talentosa como Bryce para preencher o papel."

Em Eclipse, a vilã ganha ainda mais destaque do que nos filmes anteriores. Rival do casal formado por Edward (Robert Pattinson), vampiro, e Bella (Kristen Stewart), humana, Victoria vai liderar um exército de vampiros neste novo capítulo, que terá direção a cargo de David Slade. Será uma vingança contra a morte de seu par, James (Cam Gigandet), grande antogonista de Crepúsculo.

A produção deve estrear em junho de 2010, enquanto Lua Nova, o segundo filme, chega ao circuito em novembro - com direito à trilha composta por Thom Yorke e Bon Iver, entre outros.

Amanhecer, quarto e último filme da série iniciada no ano passado, está previsto para 2011.

Enquanto isso, Pattinson não tece exatamente elogios a seu personagem, o protagonista vampiro e bom-moço. "Como [acontece com] virtualmente todo mundo, os bonzinhos sempre terminam por último", ele reclamou à revista de celebridades OK. "Você sempre vê caras estranhos como Edward, que parecem atrair as mulheres por algum motivo. Se Edward não fosse um personagem de ficção e você o conhecesse na realidade, ele daria um destes caras que provavelmente seriam assassinos do machado ou algo do tipo."