Canto dos Malditos na Terra do Nunca volta à atividade e lança primeira música inédita em quase 10 anos

“Os fãs nunca deixaram a gente acabar”, diz a vocalista da banda baiana, Andréa Martins

Lucas Brêda Publicado em 25/09/2015, às 11h14 - Atualizado às 12h26

Canto dos Malditos na Terra do Nunca
Divulgação

Em uma parte do litoral brasileiro, o megalomaníaco Rock in Rio reúne milhares de pessoas para shows de astros ultrapop, em superpalcos e hiperorganização. Nesta mesma sexta-feira, 25, uma banda brasileira faz seu singelo retorno às atividades após quase dez anos sem lançar nada novo. Trata-se do grupo baiano Canto dos Malditos na Terra do Nunca, que estourou com o clipe de “Olha a Minha Cara” em alta rotação na MTV brasileira e depois entrou em hiato.

15 discos nacionais lançados no primeiro semestre que você deve ouvir.

“Nunca, na verdade, nós conseguimos explicar”, admite a vocalista Andréa Martins, falando dos motivos para a separação após o único álbum lançado, em 2006, Canto dos Malditos na Terra do Nunca. “Eu fui morar em São Paulo – fui casar – e resolvi experimentar outras coisas. Os meninos também. Na real, não estava fluindo muito bem o momento, inclusive dentro da gravadora.”

O primeiro reencontro de Andréa – que até então residia em São Paulo – com os outros integrantes do Canto dos Malditos na Terra do Nunca aconteceu na comemoração do aniversário dela, em 24 de setembro de 2012, quando os “meninos” Helinho Sampaio (guitarra), Danilo Castor (guitarra) e David Castor (baixo) estavam em São Paulo.

O tempo voa: 20 músicas que, acredite ou não, já completaram 20 anos.

“Eles foram a algum festival em São Paulo, e nós fomos comemorar o aniversário”, recorda Andréa, que fala à Rolling Stone sobre o acontecimento exatamente na data em que ele aconteceu, três anos depois. “Bebemos um pouco e ficamos animados. Daí dissemos: ‘Vamos fazer um show para matar a saudade e tudo mais’. Aí ficou meio nessa. Até que resolvemos realmente fazer esse show.”

Na época, depois do lançamento do álbum, o Canto dos Malditos na Terra do Nunca pouco excursionou, deixando grande parte dos fãs do registro carentes de apresentações. “Os fãs nunca deixaram a gente acabar”, conta a vocalista da banda. “Eles sempre se comunicaram: ‘Estamos com saudades, façam um show, lancem alguma coisa nova. Eles me procuravam tanto que começara a ir atrás das pessoas da minha família – meu irmão, meu pai, amigas minhas.”

Sobe o Som: 10 novos artistas nacionais que você deve conhecer.

O que seria um show para “matar saudade” virou uma turnê, passando por várias cidades do nordeste nos últimos anos. Nesta sexta, 25, contudo, a volta dos palcos é consolidada também no estúdio. O Canto dos Malditos na Terra do Nunca lança – com exclusividade na Rolling Stone Brasil – a primeira música inédita (e clipe) depois do hiato.

Em “O Sol de Lá”, a banda mantém a estética de rock melódico, calcado em guitarras distorcidas e na voz cheia de personalidade de Andréa. “Onde o sol for, eu vou estar”, canta ela na nova faixa. “Antes do céu cair, para te encontrar”. Para a vocalista, as novas composições se encaixam entre o que teria sido um segundo álbum na época e o que os integrantes vivem atualmente – quase dez anos depois.

Com a nova música, o Canto dos Malditos na Terra do Nunca convida os fãs – responsáveis pela volta do grupo – a entrarem de vez na história da banda. Eles darão início a uma campanha de financiamento coletivo para gravar a esperada – e tardia – sequência para Canto dos Malditos na Terra do Nunca (2006).

Ouça “O Sol de Lá” abaixo.