Charlie Sheen se manifesta no Twitter a respeito de mudança na sua série, que sai do canal a cabo FX e fica temporariamente na TV aberta

Em uma sequência de frases confusas sobre Anger Management, o ator critica a FX: “Em termos de promoção, eles são péssimos, não conseguiriam promover uma orgia ao vivo”

Redação Publicado em 08/06/2013, às 13h18 - Atualizado às 16h20

Ou seja, depois de ser Charlie Harper, Charlie Sheen passou a interpretar Charlie Goodson. Coincidência?
Reprodução / Spoiler TV

Charlie Sheen e seu Twitter estão de volta. A partir desta semana, a série que ele protagoniza, Anger Management, do canal a cabo FX, será exibida quatro segundas-feiras seguidas no canal aberto Fox, nos Estados Unidos. A medida foi vista como uma tentativa de popularizar o programa, que não estava obtendo uma boa audiência no cabo mas, ao mesmo tempo, não poderia ser cancelada, pois recebeu uma encomenda inédita de produção de 100 episódios logo no começo de sua exibição.

Ainda louco: uma semana intensa com Charlie Sheen, o último selvagem de Hollywood.

Sheen declarou que acredita que a série agora está onde merece, afirmando que ele é um cara da TV aberta, não dos canais fechados (que costumam exibir uma programação mais ousada e de nicho). “FX está mantendo em segredo meu melhor trabalho DA VIDA. Talvez se eu me vestir de cachorro ou ficar com imagem de desenho animado eles vão me notar [uma provável referência à série do FX Wilfred]. Eles não sabem o que têm ou quem eles têm. Em termos de promoção, eles são péssimos, não conseguiriam promover uma orgia ao vivo”, disse o sempre polêmico ator. “A Fox precisa da gente e nós precisamos dela”, ele completou.

O ator aproveitou para anunciar concursos para os fãs da série, que precisarão localizar itens em cena durante a série para ganhar a chance de visitar o set.