China irá censurar artistas estrangeiros

Decisão veio depois de Björk gritar "Tibet! Tibet!" em um show em Xangai; território está sob comando chinês há mais de 50 anos

Da redação Publicado em 07/03/2008, às 12h33

Björk gritou "Tibet, Tibet!" e causou polêmica em Xangai
Fernanda Soares/(Still)

A China está prestes a tomar mais uma atitude contra a liberdade de expressão. A partir de agora, o governo irá controlar as apresentações de artistas de estrangeiros em território chinês.

A idéia surgiu depois da polêmica do show realizado pela cantora Björk no último domingo, 2. Depois de cantar a música "Declare Independece" ("declare independência"), Björk gritou 'Tibet! Tibet!". O Tibete está sob o comando da China há cerca de 57 anos, e a questão da independência do território é um tabu no país.

O Ministro da Cultura da China afirmou em seu site que Björk "quebrou a lei chinesa e feriu os sentimentos do povo. Iremos reforçar o controle sobre apresentações de artistas estrangeiros para prevenir casos semelhantes no futuro".

Depois das reclamações, a cantora islandesa declarou em seu site: "Gostaria de frisar que não sou da política, sou da música, e assim sendo sinto que é meu dever tentar expressar todas as emoções humanas. A necessidade de independência é apenas uma delas".