Cineasta e escritora Nora Ephron morre aos 71 anos

Conhecida por comédias românticas como Harry & Sally e Sintonia de Amor, artista sofria de leucemia

Redação Publicado em 26/06/2012, às 23h49 - Atualizado em 27/06/2012, às 00h08

Nora Ephron
AP

A escritora, roteirista e diretora Nora Ephron morreu nesta terça, 26, aos 71 anos. Jacob Bernstein, filho da cineasta, revelou ao The New York Times que a causa da morte foi uma pneumonia causada por leucemia.

Nora era conhecida por escrever comédias românticas – inteligentes – de grande apelo para o público feminino. Harry & Sally – Feitos um para o Outro (1989), escrito por ela, e Sintonia de Amor (1993), escrito e dirigido pela artista, ajudaram a tornar Meg Ryan uma estrela do gênero. Entre outras obras estão Mens@agem para Você (1998, roteiro e direção), Silkwood – O Retrato de uma Coragem (1983, roteiro) e Michael – Anjo e Sedutor (1996, direção). O último trabalho dela foi Julie & Julia, de 2009, estrelado por Amy Adams e Meryl Streep.

Na vida real, foram três casamentos: com o autor Dan Greenberg, com o investigador do caso Watergate Carl Bernstein (cujo divórcio inspirou o filme A Difícil Arte de Amar) e o atual, com Nicholas Pileggi, autor de Os Bons Companheiros.

Em 2008, ela lançou o best-seller Meu Pescoço É um Horror, sobre o envelhecimento. O tema também foi tratado no livro de crônicas Não Me Lembro de Nada e Outros Papos da Idade Madura.