Cinebiografia de Bob Marley não tem licença para usar músicas do cantor

Viúva do jamaicano afirma que não vendeu o direito das canções para produtora de Hollywood

Da redação Publicado em 24/03/2008, às 14h58 - Atualizado às 16h40

Dois filmes de Bob Marley estão sendo produzidos, mas apenas um deles terá trilha sonora com suas músicas
AP

Martin Scorsese e Rita Marley estão trabalhando em filmes diferentes sobre a carreira de Bob Marley - mas apenas um deles terá o direito de usar as músicas do ídolo do reggae, informou o The Hollywood Reporter.

A família de Marley se recusa a permitir o uso das canções na cinebiografia No Woman No Cry: My Life With Bob Marley, baseada no livro homônimo escrito por Rita, viúva do cantor. Os envolvidos no projeto de Martin Scorsese (que realizou recentemente o documentário Shine a Light, sobre os Rolling Stones) alegam que a previsão de lançamento da produção da Weinstein Co. iria interferir na divulgação do documentário de Scorsese. A cinebiografia, que tem Rita como produtora executiva deveria chegar aos cinemas no final de 2009, enquanto que a obra do diretor estadunidense tinha lançamento previsto para fevereiro de 2010, mês de aniversário de Bob Marley.

Ziggy Marley, produtor executivo do filme de Scorsese, disse ao The Hollywood Reporter: "Acreditamos que esse projeto é a melhor maneira de representar a vida de nosso pai por sua perspectiva, e qualquer outro filme a respeito dele ficará vazio sem a música dele como suporte".

A Blue Mountain Music, que detém os direitos sobre as músicas de Marley, quer que lançamento do projeto de Rita seja adiado para 2015. Chris Blackwell, diretor da empresa, disse que entrou em contato com a Weinstein no último dia 13, mas que ainda não recebeu nenhuma resposta. O executivo afirmou que espera a realização de um acordo entre as duas empresas.