Clássica loja britânica de música fecha as portas

Na última semana, rede fechou 200 filiais; os outros 400 pontos devem ser desativados até 5 de janeiro

Da redação Publicado em 27/12/2008, às 19h24

A clássica rede britânica de lojas de discos Woolworths acaba de fechar 200 de suas lojas, prometendo encerrar suas atividades definitivamente até 5 de janeiro, data limite para o desaparecimento de suas outras 400 filiais. A informação é do semanário NME.

Com 99 anos de tradição, a loja é mais uma vítima da crise econômica mundial, tendo acumulado dívidas administrativas no valor de 385 milhões de libras, o equivalente a 1 bilhão e trezentos milhões de reais.

Segundo reportagem da BBC, há tentativas de última hora, por parte de rede, de conseguir um comprador. No entanto, a expectativa é de que 27 mil empregos desapareçam com o encerramento.

Os problemas da Woolworths atingem de maneira significativa a indústria musical britânica: sua empresa de distribuição, a Entertainment UK, também sofre processos administrativos, o que afetou o desempenho da rede Zawi, que declarou falência no dia 24 de dezembro.