Colecionador anônimo compra sex tape de Tupac

Família do rapper afirma que impedirá a distribuição do registro

Redação Publicado em 19/12/2011, às 11h04 - Atualizado às 11h16

Tupac  Shakur
AP

Uma sex tape do rapper Tupac Shakur, morto em setembro de 1996, foi vendida para um colecionador anônimo. As informações são do site TMZ.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O agora ex-dono do material havia decidido não vender a fita para nenhuma empresa relacionada a pornografia, descrevendo-as como “parasitas”. Não se sabe quanto o colecionador desembolsou para ter o registro – apenas havia sido divulgado pelo veículo que duas produtoras pornôs rivais estavam dispostas a pagar mais de US$ 150 mil pelo filme. Segundo o TMZ, a sex tape foi feita em 1991 e mostra uma mulher fazendo sexo oral no rapper durante uma festa.

A família de Tupac já deixou claro que não quer que o registro seja distribuído e insistiu que “processará quem tentar vender a fita”. De acordo com o porta-voz do espólio do artista, apenas a família pode autorizar o uso da imagem dele para fins comerciais e eles não querem que a imagem de Tupac seja exposta com o vídeo.