Cólera e Olho Seco fazem tributo ao guitarrista Redson em São Paulo

Show acontece no SESC Pompeia e conta com participações de Clemente e Thunderbird

Redação Publicado em 18/10/2015, às 13h04

Redson, do Cólera, ao vivo, no Sesc Pompeia  em 1985
Rui Mendes

Dois grupos pioneiros do punk no Brasil se apresentam em São Paulo, no próximo dia 31. Cólera e Olho Seco sobem ao palco da Choperia do SESC Pompeia, às 21h, para homenagear o guitarrista Redson (foto), integrante fundador do Cólera, que morreu em 2011 após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Os 100 Maiores Momentos da Música Brasileira.

O show no SESC Pompeia é uma reedição da apresentação que as bandas fizeram em 2014, no Hangar 110, também em tributo a Redson. Na ocasião, o show foi registrado no formato do slipt Sobreviventes, lançado também no ano passado.

A performance do próximo dia 31 também remonta o histórico O Começo do Fim do Mundo, espécie de festival punk realizado em 1982, também no SESC Pompeia, em um episódio marcante para o gênero no Brasil. Tanto o Olho Seco quanto Cólera tocaram no evento, que também contou com Ratos de Porão e Inocentes, entre outros.

Perfil – De pioneiro do punk a ídolo da garotada, João Gordo explica como consegue se reinventar.

Parte do Projeto Plataforma – que majoritariamente organiza apresentações de artistas revelações –, o show vai contar com participações de Clemente (Inocentes), Thunderbird e Mauro (Ulster). Os ingressos custam R$ 20 (há meia-entrada) e começam a ser vendidos na internet a partir do próximo dia 20.

Cólera e Olho Seco no SESC Pompeia

31 de outubro (sábado), às 21h

SESC Pompeia – Rua Clélia, 93

Ingressos: R$ 20 (há meia-entrada)