Com bom humor característico, Kevin Smith publica vídeo relatando ataque cardíaco

“Me deitei em um sofá, e eu não conseguia ficar confortável, o que é estranho pra mim, eu fico confortável em qualquer lugar”, conta o cineasta, já com o boné virado para trás

Rolling Stone EUA Publicado em 28/02/2018, às 14h02 - Atualizado às 16h26

Kevin Smith
Matt Sayles/Invision/AP

Kevin Smith, diretor de O Balconista, fez uma transmissão ao vivo no Facebook, na última terça, 27, contando a experiência de sofrer um grave ataque cardíaco logo após uma apresentação domingo, 25, a noite. No vídeo de 19 minutos, o cineasta conta que quando os sintomas começaram, ele “apenas achava que tinha tomado leite estragado”.

Da cama do hospital, Smith conta que começou a “sentir uma pressão no peito, mas não do tipo ‘tem um elefante em cima de mim’, eu apenas não conseguia respirar fundo. Honestamente, em momento algum eu cheguei a sentir dor. Mesmo já na sala de emergência, me perguntaram ‘de 1 a 10, quanta dor você está sentindo?’, e eu respondi ‘na verdade não estou sentindo dor, apenas não consigo respirar’. Mesmo enquanto eu dizia ‘meu peito está pesado e tal’, eu não me liguei que era um ataque cardíaco, apesar de saber que meu pai morreu aos 67 por causa de um ataque cardíaco, e mesmo sabendo que minha mãe sofre de problemas no coração e tem dois stents nas artérias, em momento algum, nem em um milhão de anos, eu achei que era um ataque cardíaco. Sério, eu achei que era só catarro porque eu tinha fumado dois baseados mais cedo naquele dia.”

Smith foi levado para o hospital, ainda sem saber da gravidade da situação. Segundo ele, ao chegar no hospital de Glendale, “era tudo aquilo que você vê no Grey’s Anathomy”, e finalmente se deu conta de que estava sofrendo um ataque cardíaco. Com bom humor característico, o diretor ainda conta que, nos momentos que precederam a operação que o salvou, conseguia apenas se preocupar em “depilar a virilha”. “Meu maior medo na vida: morte, em primeiro lugar. Pessoas verem o meu pênis, segundo lugar.”

Ele aproveitou para ler os comentários nas redes sociais do anúncio inicial que publicou sobre o ocorrido: “foi como ler um tributo”, além de comentar comentar sobre a (não)polêmica envolvendo o ator Chris Pratt, que foi atacado por fãs de Smith após dizer que estava “rezando” pelo diretor. “Coitado do Chris Pratt, um dos meus atores favoritos no planeta, publica um tuíte bacana, no qual ele diz algo como ‘E aí cara, não te conheço muito bem, mas amo O Balconista e estou rezando por você’, e aparentemente as pessoas já mandaram ‘Que se fodam as suas preces’, e atacaram ele”, contou Smith. “Em primeiro lugar, obrigado Chris Pratt, foi muito gentil, o Starlord rezando por mim. Segundo, por favor, não briguem por coisas assim, é perda de tempo. Independente se você é religioso ou não, se alguém diz ‘vou rezar por você’, são boas intenções.”

Ele finaliza dizendo que está bem, mas que obrigatoriamente precisa dar um tempo nos trabalhos: “Eles querem que eu fique apenas em casa”.

Veja abaixo o vídeo e também o tuíte do ator Chris Pratt.