Rolling Stone Brasil
Busca
Facebook Rolling Stone BrasilTwitter Rolling Stone BrasilInstagram Rolling Stone BrasilSpotify Rolling Stone BrasilYoutube Rolling Stone BrasilTiktok Rolling Stone Brasil

Começa hoje 19º Festival de Curtas de SP

Com o tema "Política Viva", mostra exibe 381 filmes de 54 países na capital

Da redação Publicado em 21/08/2008, às 11h34 - Atualizado às 11h40

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena de <i>Megatron</i>, da romena Marian Crisan, que narra a história de um garoto que tenta encontrar seu pai em Bucareste - Divulgação
Cena de <i>Megatron</i>, da romena Marian Crisan, que narra a história de um garoto que tenta encontrar seu pai em Bucareste - Divulgação

Começa hoje a 19ª edição do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo. Neste ano, o evento acontece sob o tema "Política Viva", com mostras especiais sobre o maio de 1968 e curtas militantes da década de 80. Ao todo, serão exibidos 381 filmes (dos quais 106 são brasileiros) de 54 países. A mostra termina em 29 de agosto.

O festival foi dividido em seis programações, cada uma subdivida em categorias: Programas Brasileiros, Mostra Internacional, Mostra Latino Americana, Mix Brasil, Programas Especiais e Atividades Paralelas (incluindo uma mostra de filmes produzidos nas Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual).

Um dos destaques é a mostra Carta Branca ao Submarino Vermelho, com filmes de cunho político. A curadoria é do coletivo que nomeia a mostra, formado por estudantes de cinema. Entre os filmes estão Maranhão 66, de Glauber Rocha (filme encomendado por José Sarney, logo após ser eleito governador do Maranhão em 1966) e Liberdade de Imprensa, de João Batista de Andrade (primeiro filme do cineasta, sobre a imprensa após o golpe militar de 1964). A série Maio de 68, produzida para a TV, mais curtas produzidos por estudantes, também integram a programação.

Na Mostra Internacional estão Megatron, ganhador da Palma de Ouro em 2005, e Um Bom Dia para Nadar, que levou o Urso de Ouro no Festival de Berlim 2008. Na Mix Brasil, com filmes que retratam o universo gay, estão dois filmes protagonizados por Phedra D. Córdoba, do grupo paulista Satyros: o doc Phedra e a ficção Os Sapatos de Aristeu.

Uma retrospectiva do cineasta argentino Gustavo Taretto será apresentada no programa Cinema e Espaço Urbano. Taretto estará presente na exibição de seus filmes durante o festival.

Clique aqui para conhecer a programação completa, com as salas de cinema e os horários de exibição de cada filme.