Coprodução brasileira é a indicação da Argentina para concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro

Infância Clandestina, baseado em fatos reais, conta história de garoto de 12 anos e sua família durante a ditadura argentina

Redação Publicado em 29/09/2012, às 12h02

Infância Clandestina
Reprodução

Uma coprodução brasileira e argentina é a indicação do país vizinho para concorrer a uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar. Infância Clandestina, baseado em fatos reais vividos pelo diretor Benjamim Ávila, conta a história de um menino de 12 anos e sua família durante a ditadura argentina.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Ávila, que também coescreveu o roteiro, e o produtor Luis Puenzo estarão no Rio de Janeiro para exibição do filme no Festival do Rio, no dia 7 de outubro, às 19h15, no Cine Odeon.

Os brasileiros Mayana Neiva e Douglas Simon estão no elenco do longa, que ainda conta com Natalia Oreiro, Ernesto Alterio, Cesar Troncoso e o garoto Teo Gutierrez Moreno (foto). Veja o trailer abaixo.