Courtney Love é acusada de furtar mais de R$ 170 mil em jóias

Vocalista do Hole teria pego pertences emprestados de uma loja da Jacob & Co. antes de comparecer a um evento beneficente em 2010 e nunca mais os devolveu

Matthew Perpetua Publicado em 20/10/2011, às 12h44 - Atualizado às 13h29

Courtney Love diz que Kurt Cobain havia tentado se matar outras vezes
Foto: AP

A vocalista do Hole, Courtney Love, está sendo responsabilizada pelo sumiço de mais de US$ 100 mil (cerca de R$ 178 mil) em jóias. Love pegou emprestado - incluindo dois colares de diamantes dourados brancos, um bracelete floral de ouro branco e um par de brincos de diamantes dourados - da loja Jacob & Co. para usar durante um evento beneficente para crianças organizado pelos New Yorkers na Cipriani, no ano passado.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

De acordo com os papeis da corte, Love assinou um documento com o joalheiro sabendo o valor dos itens e concordando em devolvê-los após o uso. A roqueira afirma que ela tentou levar os itens de volta, mas a organização do Mercer Hotel, onde ela permanecia na época, perdeu a mala que continha os colares e os brincos. Love fez um boletim de ocorrência à polícia sobre o ocorrido em novembro de 2010.

O juiz federal de Manhattan, Ling-Cohan, decretou que Love é responsável pelo sumiço das jóias mas não precisa, necessariamente, pagar a quantia de US$ 113 mil (R$ 205 mil) exigida pela Jacob & Co. "Jacob se baseia no preço da joia perdida que está escrita no memorando", disse o juiz. "mas eles só tem o direito ao 'preço atual de mercado'."