Ouça o remix de “Crazy in Love”, de Beyoncé, que estará em Cinquenta Tons de Cinza

Faixa ganha contornos emotivos na mão do colaborador da cantora, Boots

Rolling Stone EUA Publicado em 06/02/2015, às 11h11 - Atualizado às 11h20

O primeiro show da excursão foi no Sun Life Stadium, em Miami, Flórida. O setlist contou com mais de 42 canções em cerca de duas horas e meia de apresentação.

Ver Galeria
(11 imagens)

Quando Beyoncé fez a estreia solo dela, em 2003, “Crazy in Love” foi o perfeito pop farofa para apresentar a futura rainha. Mais de uma década depois, a faixa foi retalhada em um emotivo remix, que estará na trilha sonora de Cinquenta Tons de Cinza.

Veja a carreira de Beyoncé em fotos.

O remix, feito pelo colaborador de Beyoncé, Boots, é bem mais dramática que a faixa original. Envolta por pianos enjoativos e percussão arrastada, a voz de Beyoncé é ligeiramente deformada e coberta de efeitos que dão um toque sinistro à faixa.

Ainda que o remix certamente se encaixe na atmosfera “loucamente apaixonada” (“crazy in love”) de Cinquenta Tons de Cinza, Beyoncé soa triunfante como sempre, especialmente conforme a faixa se desenvolve gradativamente até chegar em um final recheado de cordas.

Ouça abaixo.

O remix de Boots para “Crazy in Love” apareceu inicialmente em um teaser de Cinquenta Tons de Cinza, que Beyoncé revelou na conta dela no Instagram. Uma versão um pouco mais longa da canção surgiu no trailer do filme, divulgado um pouco depois.

Ainda que seja literatura barata, Cinquenta Tons de Cinza estimula o mercado a olhar para a pornografia voltada à mulher.

A trilha sonora de Cinquenta Tons de Cinza será lançada em 10 de fevereiro, mas já está disponível para pré-venda no iTunes. A trilha também inclui um remix de Michael Diamond para “Haunted”, de Beyoncé (do disco autointitulado dela, de 2013) e a balada “Love Me Like You Do”, de Ellie Goulding, produzida por Max Martin.

Cinquenta Tons de Cinza chega aos cinemas no próximo dia 12 de fevereiro.