Pulse

Criador da estátua conhecida como Momo joga obra fora

"Eu tenho uma criança pequena, então entendo como os pais estão preocupados", contou Keisuke Aiso

Redação Publicado em 20/03/2019, às 11h56

None
A assustadora Momo, criação do artista Keisuke Aiso (Foto: Divulgação)

Keisuke Aiso é o artista japonês responsável por criar a assustadora estátua que ficou conhecida como Momo. Mas, após aterrorizar a internet por meses, ele garantiu que finalmente a obra não existe mais, e seu legado obscuro está encerrado.

"Ela não foi feita para durar. Estava desgastada e joguei fora. As crianças podem ter certeza de que Momo está morta. Ela não existe e a maldição se foi", afirmou ao The Sun.

"Eu tenho uma criança pequena, então entendo como os pais estão preocupados", acrescentou.

Aiso cria intens para séries e filmes há mais de 20 anos, e trabalha em um estúdio localizado em um pequeno prédio perto de Tóquio, onde várias de suas criações estão expostas.

+++ Desafio da Momo: as verdades e mentiras sobre o jogo aterroriza pais e mães do mundo todo

A Momo repercurtiu na internet após ser usada como imagem principal de um desafio que mira em crianças mais novas por meio de mensagens de texto vindas de um número desconhecido no WhatsApp.

São enviadas instruções para que elas completem uma série bizarra de desafios, cada vez mais perigosos, que começam com um simples "assistir um filme de terror tarde da noite", e chegam ao ponto de encorajá-las a se automutilarem e tirarem a própria vida.