Cuba Gooding Jr. e John Travolta estrelam trailer de American Crime Story: The People V. O.J. Simpson

Série sobre o escândalo nacional envolvendo o ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson estreia em fevereiro de 2016

Rolling Stone EUA Publicado em 03/12/2015, às 15h50 - Atualizado às 18h26

Cuba Gooding Jr. em American Crime Story: The People V. O.J. Simpson
Divulgação

O canal FX divulgou o primeiro trailer da série American Crime Story: The People V. O.J. Simpson, que será transmitida nos Estados Unidos a partir de 2 de fevereiro, contando a história do controverso julgamento do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson pelos assassinatos de duas pessoas (uma delas sua esposa, Nicole Brown) em 1995.

Assista ao trailer:

Um spin-off de American Horror Story, a produção terá Cuba Gooding Jr. no papel de O.J. Simpson e ainda contará com John Travolta no papel do advogado de defesa Robert Shapiro (ele também é produtor da obra).

Os dez comportamentos mais irritantes de astros do cinema.

David Schwimmer (o Ross de Friends) interpreta o advogado de defesa Robert Kardashian (pai das famosas Kardashians), Sarah Paulson (que também está em American Horror Story) é a promotora Marcia Clark, Courtney B. Vance (O Exterminador do Futuro: Gênesis) é o advogado de defesa Johnnie Cochran e Bruce Greenwood (Star Trek) é o advogado do distrito de Los Angeles, Gil Garcetti.

Oscar: relembre os discursos mais marcantes da história da premiação.

O trailer não deixa claro, mas dá a impressão de que a história será contada pelos lados da acusação e da defesa. Uma conexão entre Kardashian e Simpson é desenhada quando o personagem de Schwimmer diz: “Ele [Simpson] é meu amigo, eu não dou as costas para as pessoas”.

O personagem de Travolta está falando sobre uma carta de suicídio de Simpson, dizendo, “Quem diabos assina uma nota de suicídio com um carinha feliz?” e a questão racial (usada como estratégia para livrar o atleta de condenação) é citada quando Gooding Jr. questiona: “Você quer transformar isso em uma coisa com o negro? Bem, eu não sou negro. Eu sou O.J.”.