Dado e Bonfá confirmam reunião para shows com relançamento do álbum de estreia do Legião Urbana

Edição de luxo comemorativa de 30 anos trará primeiro disco do grupo remasterizado com raridades e sobras de estúdio

Redação Publicado em 02/09/2015, às 15h00 - Atualizado às 16h18

Dado Villa-Lobos, guitarrista, e Marcelo Bonfá, baterista, do Legião Urbana

Ver Galeria
(3 imagens)

Em comunicado oficial à imprensa, os integrantes do Legião Urbana Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá confirmaram que se reunirão para shows e anunciaram um relançamento de luxo – comemorativo de 30 anos – do primeiro álbum da banda, Legião Urbana.

Galeria:como Faroeste Caboclo, veja dez filmes inspirados em canções.

“Depois de termos nossos direitos reconhecidos pela justiça, recebemos da EMI – hoje parte da Universal Music – a proposta de lançar uma edição especial do nosso primeiro disco, também chamado de Legião Urbana, e originalmente lançado em 1985”, diz o texto assinado pelos dois músicos.

Intitulado Legião Urbana – 30 Anos –, o projeto trará as faixas originais remasterizadas, além de outro disco com raridades e sobras de estúdio. “Entre elas estão, por exemplo, as três músicas que a EMI nos convidou para gravar no Rio de Janeiro em 1983, quando éramos um trio de rapazes vindo de Brasília – ainda com o Renato tocando baixo e cantando!”, acrescenta o comunicado.

Veja os 100 maiores discos da música brasileira.

Segundo Dado e Bonfá, o contato com o material antigo “foi realmente emocionante”, e fomentou a ideia de os dois voltarem aos palcos para tocar as canções. Nas palavras deles: “Dessa vontade surgia uma segunda ideia: a de chamar alguns amigos e montar um show para tocar o nosso primeiro disco na íntegra.”

Conforme apurou a Rolling Stone Brasil (veja mais aqui), o retorno dos integrantes remanescentes do Legião Urbana (juntos) aos palcos terá André Frateschi como vocalista, Mauro Berman como baixista e os shows – com repertório do álbum de estreia do grupo brasiliense – contarão com a direção de Felipe Hirsch.

Lembre como foi o tributo ao Legião Urbana com Wagner Moura nos vocais.

“Como já dissemos inúmeras vezes, a Legião – como banda – acabou junto com a morte do Renato, em 1996”, dizem Dado e Bonfá no comunicado, deixando claro que não há “volta” do Legião Urbana como grupo, mas sim um novo encontro nos palcos. “E ninguém pode substituir o Renato. Único e insubstituível”.

O texto ainda adianta como serão chamados os shows: Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá em “Legião Urbana – 30 anos”. Com Frateschi e Berman, o quarteto já ensaia no Rio de Janeiro para dar início a uma turnê nacional (segundo apurou a RS Brasil, com cerca de 25 datas, entre outubro e novembro, por enquanto, passando por todo o país).

Leia a íntegra do comunicado abaixo.

COMUNICADO de DADO VILLA-LOBOS e MARCELO BONFÁEm 2014, enquanto atravessávamos o difícil processo judicial pelos...

Posted by Dado Villa-Lobos on Quarta, 2 de setembro de 2015

Os integrantes remanescentes do grupo brasiliense voltam a promover um projeto relacionado à banda porque conseguiram – após longa briga judicial com o herdeiro Renato Russo, Giuliano Manfredini – os direitos de usar o nome Legião Urbana, além das músicas do grupo, em atividades profissionais.

A sentença, expedida em outubro do ano passado, determinou que Manfredini se abstenha de impedir que a dupla utilize a “marca” no exercício de atividades profissionais. A pena para um descumprimento é de R$ 50 mil. “Não nos parece aceitável impedir o uso e exploração de uma marca por quem a consolidou no mercado”, escreveu o juiz (Saiba mais aqui).

Veja as capas das 100 primeiras edições publicadas pela Rolling Stone Brasil.

Assumindo os vocais para os shows, André Frateschi tem uma sólida carreira em trabalhos de covers e versões, especialmente de David Bowie e Amy Winehouse, alguns deles ao lado da mulher Miranda Kassin. No ano passado, ele lançou o primeiro disco autoral, chamado Maximalista. Frateschi também atua em novelas, séries e no teatro.

A última vez em que o Legião Urbana se reuniu no palco foi em uma apresentação de tributo, em maio de 2012, com o ator Wagner Moura como vocalista. Na ocasião, eles não puderam utilizar o nome Legião Urbana para o show, organizado pela MTV, que aconteceu em São Paulo, no Espaço das Américas (Lembre como foi).

Abaixo a foto revelada pelo grupo – com Frateschi –, divulgada pelo blog do escritor Marcelo Rubens Paiva, no site do Estado de S. Paulo.