Danger Mouse e James Mercer, do Shins, anunciam parceria

O projeto, previamente batizado Broken Bells, sairá ano que vem pela Columbia

Da redação Publicado em 29/09/2009, às 14h50

O frontman do The Shins, James Mercer, e Danger Mouse, metade do Gnarls Barkley, uniram forças para projeto musical, que por ora ganhou o nome de Broken Bells.

De acordo com o site Pitchfork, a estreia da parceria, prevista para o ano que vem, terá pouco de independente: sairá pela Columbia, gravadora com cardápio variado, que abrange nomes como Beyoncé, Bob Dylan, Gossip, Leonardo Cohen e MGMT. Ainda não há maiores detalhes da empreitada.

Mercer foi um dos colaboradores de Dark Night of the Soul, projeto para o qual Mouse, junto a Sparklehorse (projeto do recluso norte-americano Mark Linkous), convocou Iggy Pop, Julian Casablancas e Frank Black, entre outros.

Os "hinos partidos", versão em português do batismo provisório da dobradinha Mercer-Mouse, são apenas uma das parcerias poderosas anunciadas nesta terça, 29. Thom Yorke também fez aliança com nomes fortes da cena (entre eles, Flea, do Red Hot Chili Peppers, e o multi-instrumentista brasileiro Mauro Refosco). Os anos 80 vieram representados pela reunião de dois expoentes da cena musical de Manchester, Ian Brown (Stone Roses) e Johnny Marr (Smiths).

Em maio, Mercer promoveu revolução no Shins: após ter cultivado "ideias de produção que, basicamente, requeriam outras pessoas", o vocalista e guitarrista reformou o grupo. Baterista e tecladista deixaram a banda, que ganhou apoio de integrantes do Modest Mouse e do grupo folk Fruit Bats.