Dave Brockie, vocalista do Gwar, é encontrado morto

O músico fundador da banda de metal estava com 50 anos

Rolling Stone EUA Publicado em 24/03/2014, às 12h50 - Atualizado às 13h21

Gwar
Reprodução

Dave Brockie, fundador e vocalista da banda de metal Gwar, morreu no último domingo, 23, aos 50 anos. O agente da banda, Jack Flanagan, confirmou a notícia.

"É com tristeza no coração que confirmo a morte do meu querido amigo Dave Brockie, artista, músico e vocalista do GWAR, que morreu mais ou menos às 18h50 do domingo, 23 de março de 2014”, disse Flanagan said. "O corpo dele foi encontrado no domingo na casa onde morava, em Richmond, Virgínia. As autoridades de Richmond confirmaram a morte dele e os parentes foram avisados. Uma autópsia completa será realizada. Meu foco principal agora é cuidar dos colegas de banda e da família dele. Mais informações sobre a morte serão divulgadas assim que os detalhes forem confirmados.”

A polícia foi chamada pelo roomate de Brockie, que já tinha morrido quando as autoridades chegaram. Não há qualquer indício de que houve crime, mas ainda não se sabe a causa da morte.

"Dave era umas das pessoas mais engraçadas, inteligentes, criativas e energéticas que conheci”, disse o ex-baixista da Gwar, Mike Bishop, ao Style Weekly, que divulgou a notícia inicialmente.

Brockie tinha sido integrante da banda punk Death Piggy antes de fundar o Gwar, em 1984, que começou como uma brincadeira e tinha o nome Gwaaarrrgghhlllgh, no começo. Depois de muitas mudanças no line-up e de encurtar o nome, Brockie encerrou a Death Piggy e passou a se dedicar à banda satírica de metal Gwar, que lançou o primeiro álbum, Hell-O, em 1988.

Os músicos todos tocam fantasiados e as temáticas da banda são todas inspiradas em filmes de terror e ficção científica. Com roupas macabras e exageradas e letras escatológicas e ofensivas, a banda celebrou o aniversário de 30 anos em 2014, sendo que o 13º disco, Battle Maximus, saiu ano passado.