Decretada falência da Zoomp

Fábrica da marca, em Barueri, foi fechada pela Justiça; advogados da empresa vão recorrer da decisão

Da redação Publicado em 11/02/2009, às 13h02

A marca de roupas Zoomp teve sua falência decretada pela Justiça, informou o site do jornal Folha de S. Paulo. A fábrica do grupo, em Barueri, foi fechada.

Um processo de uma dívida com um fornecedor teria causado a falência. Os advogados da companhia irão recorrer da decisão, informou ao veículo Carlos Valmer, um dos gestores da Zoomp S.A.

Com o fechamento da fábrica, a produção ficou paralisada. No mesmo local, estava sendo realizado um showroom da coleção outono-inverno. A empresa não divulgou o valor da dívida, e afirmou que não é possível precisar o prejuízo diário ocasionado pela parada da fábrica e do showroom.

A Zoomp, criada pelo estilista Renato Kherlakian em 1974, sofre com uma crise financeira há algum tempo. Além de não participar das últimas temporadas da São Paulo Fashion Week, a marca fechou algumas lojas, incluindo a do shopping Iguatemi, na capital paulista, conhecido por abrigar marcas de luxo.

Mesmo com a crise, a grife teria faturado R$ 90 milhões em 2008. Valmer afirma que os problemas da companhia podem ser administrados e que negociações estavam em andamento - "mas esse novo fato pode nos atrapalhar", revelou.

Em 2006, a empresa foi vendida para a holding HLDC. No mesmo ano, o grupo anunciou a criação do I'M (Identidade Moda), que englobaria Zoomp, Alexandre Herchcovitch e Fause Haten. As duas últimas deixaram o grupo em 2008.