Domingos Montagner, de Velho Chico, morre afogado em Sergipe, aos 54 anos

Ator da Globo estava desaparecido depois de mergulhar no rio São Francisco, na região entre Alagoas e Sergipe, na tarde desta quinta, 15

Redação Publicado em 15/09/2016, às 18h32 - Atualizado às 19h22

O ator Domingos Montagner

Ver Galeria
(2 imagens)

O ator Domingos Montagner, que interpretava o personagem Santo na novela da TV Globo Velho Chico, morreu nesta quinta, 15, aos 54 anos de idade. Depois de ficar desaparecido, o corpo dele foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros de Sergipe.

Montagner estava gravando cenas de Velho Chico pela parte da manhã na região dos municípios de Canindé de São Francisco, em Sergipe, e Piranhas, em Alagoas. Depois do almoço, o ator resolveu se banhar no rio São Francisco, e não voltou à superfície depois de um mergulho.

Segundo o portal de notícias UOL, depois de muitas buscas de Polícia Militar, Bombeiros e pescadores locais, o corpo do ator foi encontrado preso em pedras a cerca de 30 metros de profundidade. A atriz Camila Pitanga, que também trabalha em Velho Chico, estava no local e foi quem avisou a produção do desaparecimento de Montagner.

Também ao UOL, o soldado Carlos Santos, da Polícia Militar de Sergipe comentou: “O local do desaparecimento foi o pior lugar para se tomar banho. Ali há um encontro das águas e formam-se redemoinhos. Realmente é onde o rio é mais complicado, há vários retornos da água.”

O último trabalho de Montagner foi como um dos protagonistas da novela Velho Chico, mas, em toda a carreira, ele participou de 13 programas de TV (séries e novelas) e nove filmes. O primeiro papel dele na televisão foi em 2006, na série Mothern, do GNT. Depois, na Globo, o ator trabalhou nas séries Força Tarefa, A Cura e Divã.

Nascido em 1962, Montagner começou a carreira no circo e no teatro, nos anos 1980. Entre os papéis de maior destaque dele estão o presidente Paulo Ventura na minissérie O Brado Retumbante (2012) e o cangaceiro Herculano em Cordel Encatado (2011). Na Globo, Montagner também trabalhou nas novelas Salve Jorge (2012) e Sete Vidas (2015).

Nas telonas, Montagner estreou dando vida ao Coronel Raimundo em Gonzaga – De Pai Pra Filho (2012), dirigido por Breno Silveira, e foi protagonista em A Grande Vitória (2014) e De Onde Eu Te Vejo (2016). Ele ainda atuou em longas como Através da Sombra (2015) e os recentes Vidas Partidas (2016) e Um Namorado Para Minha Mulher (2016).

Domingos Montagner deixa a esposa, Luciana Lima, e três filhos.