Pulse

Elvis Presley: cinco coisas que você provavelmente não sabe sobre o Rei do Rock

Início da carreira do astro de Memphis – e de Johnny Cash, Jerry Lee Lewis e Carl Perkins – será mostrado na série Sun Records

Robert Crawford Publicado em 17/02/2017, às 21h08 - Atualizado às 21h25

Elvis Presley (horizontal)
Alfred Wertheimer

Sun Records, nova minissérie do canal norte-americano CMT, tem foco no produtor Sam Phillips, mas mostra o nascimento das carreiras de Johnny Cash, Carl Perkins, Jerry Lee Lewis e Elvis Presley. O novato Drake Milligan atua como o futuro Rei do Rock, que teve suas primeiras gravações realizadas com Phillips no icônico estúdio da Sun Records, em Memphis. Na esteira do lançamento da série, que ocorrerá em 23 de fevereiro, preparamos essa lista com cinco fatos que você provavelmente não conhecia sobre o artista mais famoso da gravadora.

Elvis era filho de um ex-presidiário

Vernon, pai do Rei, cumpriu oito meses de detenção em 1938, quase duas décadas antes de o filho estrelar o musical prisional Jailhouse Rock (em português, Prisioneiro do Rock and Roll, de 1957). O crime? Adulterar um cheque de US$ 4 do fazendeiro de vacas leiteiras da cidade, que tinha comprado um porco de Vernon.

Ele tinha um irmão gêmeo

Elvis foi um dos filhos a que Gladys Presley deu à luz em 8 de janeiro de 1935. O outro, Jessie Garon, nasceu morto.

Ele não era um aluno exemplar na disciplina de música

Depois de receber um C na aula de música na 8ª série, Elvis levou seu violão para a escola na esperança de melhorar a nota com uma performance ao vivo de “Keep Them Cold, Icy Fingers Off Me”, de Pee Wee King. A senhora Morman, professora dele, não se impressionou.

VEJA TAMBÉM

50 músicas que resumem o espírito do rock and roll

Elvis e B.B. King tinham o mesmo alfaiate

Aos 17 anos, determinado a ter um visual diferente de seus colegas de classe, Elvis começou a fazer compras na Lansky Brothers, loja de roupas na Beale Street que nos primórdios atraía artistas da música negra como B.B. King e Rufus Thomas. Elvis foi cliente a vida inteira. “Fui eu quem coloquei Elvis em seu primeiro terno – e fui eu quem o coloquei em seu último”, disse Bernard Lansky, o dono da loja, em entrevista ao The New York Times em 2001.

Elvis só desenvolveu seus clássicos movimentos pélvicos e giros de quadril depois do ensino médio

“É difícil acreditar, mas ele não sabia dançar”, lembra Regis Wilson, parceira de Elvis no baile de formatura dos dois, em 1953. Embora ele tenha usado um par de calçados de camurça azul (“blue suede shoes”, em inglês), Elvis passou boa parte da noite sentado com Regis a uma mesa do salão de festas do Peabody Hotel, enquanto colegas dos dois dançavam.