Empresa fundada por Stan Lee processa produtores do remake de Conan, o Bárbaro

A companhia reclama os direitos do personagem; filme estreou nos Estados Unidos na última sexta, 19

Redação Publicado em 24/08/2011, às 10h15 - Atualizado às 10h37

Jason Momoa como Conan na nova versão do filme
Foto: Reprodução

A Stan Lee Media Inc. estrou na justiça, na California, por causa dos direitos do personagem Conan, estrela do filme Conan, o Bárbaro, que estreou na última sexta, 19, nos Estados Unidos. A empresa reclama os lucros obtidos pelo longa. As informações são do site The Hollywood Reporter.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A SLMI, fundada pelo lendário autor de HQs no final dos anos 90, argumenta que Lee teria sido induzido por um advogado, Arthur Lieberman, a assinar um contrato irregular de doação dos direitos da história do personagem em 2001, quando a companhia estava perto de falir.

O personagem Conan, o Bárbaro foi criado por Robert E. Howard na década de 30, transformado em HQ pela Marvel Comics nos anos 70 e virou filme, inicialmente, em 1982, com Arnold Schwarzenegger no papel principal. Na nova versão, Jason Momoa encarna o personagem.