Escritor revela final alternativo de Harry Potter

Segundo Greg Palast, J.K. Rowling considerou congelar Voldemort no tempo e colocar Harry na cadeira de diretor de Hogwarts

Da redação Publicado em 21/07/2011, às 18h25

J.K. Rowling teria algumas ideias bem diferentes para o fim de Harry Potter, segundo jornalista
AP

Ginny Weasley como um pássaro? Harry como diretor de Hogwarts? O britânico Greg Palast, jornalista investigativo, afirma há algum tempo que sabe o segredo que muitos fãs de Harry Potter adorariam saber. Segundo informações do site da NY Magazine, há quatro anos, ele começou uma amizade inusitada com J.K. Rowling, tudo porque ambos tinham livros na lista de mais vendidos e as filhas de Palast são muito fãs da saga do bruxo.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil - na íntegra e gratuitamente!

A partir dessa amizade, Rowling teria confidenciado a ele quais os finais alternativos para Harry Potter e as Relíquias da Morte, que encerra a história.

Entre as opções da autora para fechar a trama, há uma que Palast publicou em seu blog, introduzindo com a frase "Sinto muito, Jô, esse é o perigo de ficar amiga de um repórter investigativo, caso se esqueça de usar as palavras mágicas 'isso é em off'".

Nesta versão nunca publicada, Harry vence Voldemort com um feitiço de reverter o tempo, que acaba congelando o vilão no tempo como uma criança, ao lado dos pais. No mais, Harry se torna diretor de Hogwarts e Ginny se transforma em um pássaro, em vez de envelhecer.

Tudo começa com Harry indo até a Floresta Proibida encontrar Voldemort e os dementadores. Lá, descobre que mais do que matá-lo, o vilão havia arrumado um jeito muito mais cruel de acabar com ele. Voldemort arrumou um jeito de lançar beijos de dementador (que sugam a alma da vítima) com a varinha. A cena toda envolve a volta dos pais de Tom Riddle (Voldemort), o feitiço dos beijos se voltando contra ele e a família Riddle presa no tempo, durante a infância de Tom, em um momento em que o vilão rejuvenesce ao estilo "Benjamin Button".

O final todo está no blog de Palast.