Em primeiro show da nova turnê, Evanescence usa a platéia de cobaia para mostrar músicas do disco ainda não lançado

Além dos hits já esperados, a banda de Amy Lee apresentou muitas canções do disco Evanescence, que sai na semana que vem

Stella Rodrigues, do Rio de Janeiro Publicado em 03/10/2011, às 00h23 - Atualizado às 01h54

Evanescence

Ver Galeria
(3 imagens)

A turnê era virgem e, o novo disco, ainda é inédito. Neste domingo, 2, o Evanescence, liderado por Amy Lee (única integrante original e considerada, contra a vontade dela, a “dona da banda”) fez o primeiro show de sua turnê e tudo pareceu ter uma cara de teste. O grupo lança no próximo dia 11 um álbum homônimo e mostrou diversas faixas do trabalho pela primeira vez no Rock in Rio.

Além de ter tocado os quatro maiores hits – “Call Me When You Are Sober”, “Going Under”, “My Immortal” e “Bring Me to Life”, que fechou a performance – o Evanescence deu bastante espaço às faixas novas, conforme Lee já havia adiantado à Rolling Stone Brasil que aconteceria (leia aqui). Metade do show foi dedicado a elas. O primeiro single, “What You Want”, foi a primeira canção da noite.

"É maravilhoso ver vocês aqui. Faz muito tempo desde a última vez", comentou Amy Lee, que se mostrou simpática e com a voz tão potente quanto a que conhecemos dos discos. A frontwoman dividiu seu tempo de show, cerca de uma hora, entre a parte da frente do palco, onde gesticulava e interpretava de forma intensa as faixas, e o piano. O som do Evanescence parece ganhar ainda mais peso ao vivo e os maneirismos de Lee colaboram na sensação de que não há um momento de descanso ao longo do show.

A plateia estava bastante cheia, porém, ao final, deu para notar que muitas pessoas que observavam de longe – e ficavam bem apáticas com as novas e desconhecidas canções – foram chegando mais à frente para guardar lugar para a performance do System of a Down. Até Amy Lee se demonstrou ansiosa para o penúltimo show do Rock in Rio, desejando um bom show do SOAD aos que ficaram.