Exposição Maldita 3.0 relembra a história da Rádio Fluminense

Mostra tem fotografias, uma versão do primeiro estúdio da rádio e objetos autografados por artistas nacionais e internacionais

Redação Publicado em 05/08/2012, às 11h36

Maldita 3.0
Divulgação

Esta é a última semana para visitar a exposição Maldita 3.0, que começou em 11 de julho e vai até 12 de agosto, no Centro Cultural dos Correios, no Rio de Janeiro. A exposição mostra em arquivos, fotografias e objetos a história dos 30 anos da Rádio Fluminense FM (apelidada de “Maldita”), lugar onde Paralamas do Sucesso, Legião Urbana, Barão Vermelho, Kid Abelha, Lobão e outros artistas mostraram pela primeira vez seus trabalhos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Na exposição é possível ver uma remontagem do primeiro estúdio da rádio, com equipamentos originais da época. Filmes sobre a fase áurea da rádio também são mostrados.

Entre os itens expostos estão guitarras assinadas por membros do Oasis, Echo & The Bunnymen, Plebe Rude e Legião Urbana, uma bateria autografada pelo Foo Fighters, um violão com o autógrafo de Cássia Eller e um skate assinado pelos Beastie Boys, incluindo o falecido MCA. Discos de platina de bandas como Metallica, Linkin Park, Pink Floyd e U2 também estão disponíveis.