Estado de Fábio Barreto é grave, mas estável

Equipe médica do Copa D’Or diz que cineasta não precisará realizar nova tomografia

Da redação Publicado em 23/12/2009, às 16h18

Fábio Barreto não precisará ser submetido a uma nova tomografia, segundo informações da equipe médica do hospital Copa D'Or, no Rio de Janeiro. O cineasta de 52 anos segue internado na Unidade Neuro-Intensiva, após ter sofrido um traumatismo craniano devido a um acidente de carro no sábado, 19. Barreto está em coma induzido e respira com a ajuda de aparelhos - seu quadro é considerado grave, porém estável.

A equipe médica afirma que houve estabilização na pressão intracraniana e que, portanto, não há, no momento, necessidade de realização de mais tomografias. Na manhã da segunda, 21, Barreto passou por uma série de exames para que os médicos verificassem se as lesões aumentaram ou não. Uma tomografia realizada às 5h revelou que o edema de Barreto não progrediu.

O cineasta foi submetido a uma operação emergencial sob supervisão do neurocirurgião Paulo Niemeyer, no Hospital Miguel Couto, para retirada da calota craniana do lado esquerdo. Agora, os esforços médicos se destinam sobretudo à redução da pressão dentro do crânio e do inchaço no cérebro. O coma induzido deverá ser mantido até semana que vem.

O acidente ocorreu por volta das 22h do sábado, quando Barreto dirigia sua Pajero Mitsubishi na rua Real Grandeza, na altura do cemitério São João Batista. Ele estava sozinho no carro e voltava do aeroporto do Galeão depois de perder um voo para Piauí, onde compareceria a um festival de cinema e passaria o Natal ao lado de sua mulher, a atriz Débora Kalume, e um de seus quatro filhos, João, de quatro anos. Segundo testemunha, o carro do diretor foi fechado e perdeu o controle.