FILE traz mix de arte e tecnologia a São Paulo

Serão em torno de 300 artistas de mais de 30 países na 10ª edição do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, que começa nesta terça, 28

Da redação Publicado em 25/07/2009, às 16h32

FILE
Divulgação

São Paulo recebe, a partir desta terça, 28, o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, o FILE. O evento, que chega este ano a 10ª edição, traça panorama heterogêneo: serão cerca de 300 artistas (entre coletivos e individuais), de mais de 30 nacionalidades, com trabalhos que põem no mesmo saco arte e tecnologia.

Um dos maiores do gênero na América Latina, o festival apresentará instalações interativas, games, animação, performances, realidade virtual, discussões teóricas e o cinema digital 4K. O artista catalão Marcel.lí Antúnez Roca está entre os destaques desta edição. Há mais de duas décadas ele vem experimentando com arte robótica e performances mecatrônicas (engenharia que mistura mecânica, eletrônica e a tecnologia da informação) de tirar o fôlego. Soa técnico demais? Apenas impressão, como será possível conferir em "Protomembrana", performance abastecida por animação gráfica, música, iluminação e narração (confira uma amostra aqui). A apresentação para convidados será nesta segunda, 27. Uma sessão aberta ao público acontecerá dois dias depois.

Outro filé do FILE será a sessão de Enquanto a Noite Não Chega, nesta quinta, 30. O filme, dirigido por Beto Souza, contará com a primeira transmissão transcontinental com a tecnologia 4k. Para se ter uma ideia, imagens captadas com câmeras 4k superam os 8 milhões de pixels, o que quadruplica o poder da imagem em alta definição (HD).

Para conferir a programação completa do festival, clique aqui.

10º FILE - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica

São Paulo, 28 de julho a 30 de agosto

Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso

Av. Paulista, 1313 (Metrô Trianon-Masp)

Entrada franca

Informações: (11) 3146-7405