24 Horas terá adaptação para o cinema

Versão cinematográfica da série de Jack Bauer vai mesmo sair do papel; Kiefer Sutherland, o protagonista, vai atuar também como produtor executivo

Da redação Publicado em 09/02/2010, às 16h19

Kiefer Sutherland já levou um Globo de Ouro (2002) e um Emmy (2006) pelo papel de Jack Bauer
Reprodução

Uma das séries de ação de maior sucesso nos Estados Unidos finalmente deve ir para as telonas. Os estúdios Fox confirmaram que 24 Horas, com Kiefer Sutherland na pele do agente federal Jack Bauer, vai ganhar uma versão cinematográfica, segundo informações do site da revista Variety.

A trama provavelmente vai se passar na Europa, e representará, assim como os capítulos da série, um dia na vida de Bauer. Não há outros detalhes sobre o enredo. Sutherland, além de protagonista, também será produtor executivo. Billy Ray (Intrigas de Estado e Plano de Vôo) foi contratado para escrever o roteiro adaptado.

Apesar da confirmação, o projeto ainda está em fase preliminar. Há vários fatores que influenciam no desenvolvimento, incluindo o destino da série de TV, que atualmente está na oitava temporada. O canal Fox não tem planos de fazer uma nova sequência, mas os produtores da série estão esperando as avaliações desta semana antes de tomar uma decisão. Mesmo assim, a aposta é de que a temporada atual seja a última.

No Brasil, a série é exibida pelo canal pago Fox e pela rede Globo.

Histórico de sucesso

Os produtores da série de Jack Bauer já pensavam na possibilidade de uma adaptação para o cinema há alguns anos, já que existe uma forte audiência e reconhecimento da marca. 24 Horas tem sido um grande sucesso para o estúdio no mercado internacional, o que cria boas expectativas para a versão.

Só para ter uma ideia, 24 Horas: A Redenção (2008), filme para a TV, foi nomeado para cinco indicações no Emmy Awards. Sem contar que a Fox tem um histórico positivo em adaptações de séries para longa-metragem. Em 2007, o filme Os Simpsons arrecadou US$ 183,1 milhões no mercado interno, e US$ 343,9 milhões no exterior.

O estúdio viu um retorno grande também na adaptação da série Arquivo X. O longa, lançado em 1998, quando o show ainda estava no ar, arrecadou US$ 83,9 milhões no mercado interno, e US$ 105,3 milhões no estrangeiro. No entanto, a segunda versão não foi tão bem sucedida. Arquivo X: Eu Quero Acreditar, lançado em 2008, arrecadou apenas US$ 68,4 milhões em todo o mundo. Isso porque havia passado seis anos após a série sair do ar.