Filmes sobre Hillary Clinton geram revolta entre republicanos

O Partido Republicano acusa os canais NBC e CNN de promoverem a candidatura presidencial dela com a exibição das produções

Redação Publicado em 06/08/2013, às 11h38 - Atualizado às 17h50

Hillary Clinton
AP

O Partido Republicano ameaça boicotar os canais NBC e CNN por causa da exibição de dois filmes sobre a democrata Hillary Clinton. O presidente do partido, Reince Priebus, disse que a minissérie que a NBC planeja, com Diane Lane no papel da ex-Secretária de Estado dos Estados Unidos, e o documentário da CNN sobre a vida e a carreira dela são um “comercial prolongado” para a futura campanha presidencial de Clinton. Em cartas às emissoras, ele pediu que elas cancelassem “essa propaganda política mascarada de produção imparcial”.

A CNN planeja um longa documental que foca tanto na carreira política quanto na vida pessoal da primeira dama. A direção é do vencedor do Oscar Charles Ferguson e a exibição está prevista para 2014. Já a NBC anunciou a minissérie Hillary. Não há previsão concreta de estreia, mas ela acontecerá em algum momento antes da eleição presidencial de 2016. A obra de ficção com quatro horas de duração cobre a vida dela entre 1998 e o presente.

Clinton ainda não se manifestou oficialmente se irá concorrer ao cargo de presidente em 2016, mas seu futuro político é alvo de muitas especulações.