Confira os títulos musicais do Festival do Rio

Entre os 11 filmes dedicados à música na mostra, estão A Todo Volume, doc com Jack White, Jimmy Page e The Edge, e Herbert de Perto, sobre o líder do Paralamas do Sucesso

Da redação Publicado em 27/09/2009, às 09h50

Desde quinta, 24, até 8 de outubro, o Festival do Rio exibirá mais de 300 títulos. O site da Rolling Stone Brasil selecionou 11 produções que tratam diretamente de música. Que tal se programar?

A Todo Volume, de Davis Guggenheim (EUA, 2008, documentário)

28, 30 de setembro e 2 de outubro

Jimmy Page (Led Zeppelin), The Edge (U2) e Jack White (The White Stripes), os "três magos" de diferentes gerações do rock, oferecem sua visão sobre a guitarra, instrumento por excelência do gênero. Saiba mais aqui.

When You're Strange, de Tom DiCillo (EUA, 2009, documentário)

4, 6 e 7 de outubro

Em 1965, dois estudantes de cinema da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) viajaram num verso de William Blake. Da poesia de William Blake surgiu o nome da banda de Jim Morrison e Ray Manzarek: The Doors. Mais tarde, John Densmore e Robby Krieger juntaram-se à viagem, em mais de um sentido. Por meio de imagens inéditas de ensaios, bastidores e concertos, o documentário investiga a carreira da banda, que, com cinco anos, até a morte de Morrison, estabeleceu-se como um dos grandes nomes do rock.

O Poder do Soul, de Jeffrey Levy-Hinte (EUA, 2008, documentário)

27, 29 de setembro e 1º de outubro

A música podia ser uma porrada tão ou mais forte que os punhos de Muhammad Ali e George Foreman. Essa era a tese a ser provada pelo produtor Hugh Masekela e o músico Stewart Levine. Para tanto, eles convenceram o empresário Don King a produzir no Zaire, em paralelo à luta pelo título mundial dos pesos pesados entre Ali e Foreman, um festival de música que tinha como mote o orgulho negro. Boa parte da alma da "soul music", afinal, vinha da África. Daí surgiu o Zaire '74, três dias de shows, que contaram com James Brown, BB King e Miriam Makeba, entre outros.

Herbert de Perto, de Roberto Berliner e Pedro Bronz (Brasil, 2009, documentário)

5, 6, 7 e 8 de outubro

Um olhar sobre a carreira de Herbert Vianna, líder dos Paralmas do Sucesso. Leia mais a respeito da produção aqui

Continuação, de Rodrigo Pinto (Brasil, 2009, documentário)

2, 3, 6 e 7 de outubro

Em tempos de "salve-se o vinil que puder", Lenine reúne três gerações em torno de sua música para falar de arte, tecnologia e criação.

Rock Brasileiro - História em Imagens, de Bernardo Palmeiro (Brasil, 2009, documentário)

26, 30 de setembro e 3 de outubro

Rock brasileiro dos anos 50 até os dias de hoje, com depoimentos de artistas que fizeram a cabeça e o rebolado do gênero.

Beyond Ipanema: Ondas Brasileiras na Música Global, de Guto Barra e Béco Dranoff (Brasil-EUA, 2009, documentário)

26, 28 de setembro e 1º, 2 de outubro

O filme investiga a volta da música brasileira à berlinda internacional. Contém entrevistas com Gilberto Gil, Mutantes, Caetano Veloso, David Byrne, Devendra Banhart, M.I.A., Tom Zé, Seu Jorge, Bebel Gilberto, Milton Nascimento e Thievery Corporation, entre outros.

O Pequeno Burguês - Filosofia de Vida, de Edu Mansur (Brasil, 2008, documentário)

26, 27, 29 de setembro e 2 de outubro

A produção, que pega emprestado título de uma música de Martinho da Vila, põe sob perspectiva a trajetória do sambista de Vila Isabel.

Rip: Um Manifesto Remixado, de Brett Gaylor (Canadá, 2008, documentário)

26, 27, 29, 30 de setembro e 2 de outubro

Na era da informação, em que a distância entre produtores e público está sendo progressivamente abolida, os poderosos multinacionais da indústria de entretenimento americano fazem valer o seu direito nos tribunais. O fundador do Creative Commons, o crítico cultural Cory Doctorow e o ex-ministro Gilberto Gil são alguns dos entrevistados do diretor. Grande pesquisador e militante da livre circulação de conteúdos pela web, ele forma com a música de mashup Girl Talk, que faz successo com músicas realizadas a partir de samples, uma poderosa frente de batalha pelo remix, concluindo que o Brasil é o paraíso da criatividade.

Amália, de Carlos Coelho da Silva (Brasil, 2009, ficção)

26, 27 e 28 de setembro

Amália Rodrigues, célebre cantora de fado, sabe que vai morrer. Com um tumor no cérebro, a artista portuguesa põe sua trajetória em xeque durante noite cinzenta em Nova York, 1984. Da infância humilde, marcada pela separação dos pais e a morte prematura da irmã mais nova, à carreira de sucesso nos palcos e nas telas de cinema.

Notas Soltas Sobre um Homem Só, de Carlos de Moura Ribeiro Mendes (Brasil, 2009, documentário)

27, 28, 29 de setembro e 5 de outubro

Apanhado sobre vida e obra do compositor Mozart Camargo Guarnieri, morto em 1993. Com depoimento do artista (acervo de família) e de outros renomados compositores.

Horários e salas de cinema você confere no site do festival.