Frevo é declarado patrimônio imaterial da humanidade

Reunião da Unesco em Paris oficializou a nova condição do ritmo pernambucano

Redação Publicado em 05/12/2012, às 14h43 - Atualizado às 14h51

Frevo
Jan Ribeiro/Pref.Olinda

Mais uma manifestação cultural genuinamente brasileira foi elevada à condição de patrimônio imaterial da humanidade pela Unesco. Em reunião da comissão da ONU em Paris, o frevo entrou para a lista que é constituída por tradições culturais herdadas por várias gerações e que contribuem para a caracterização de uma identidade local.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

“Essa decisão representa o reconhecimento dos progressos de nossa política de proteção do patrimônio cultural imaterial”, disse a ministra da cultura Marta Suplicy, presente no evento. O site oficial da Unesco descreve que “a habilidade de promover a criatividade humana e o respeito pela diversidade cultural são inerentes ao frevo”.

Esta não é a primeira vez que um patrimônio brasileiro é oficializado pela Unesco. Em 2011, o ritual indígena Yaokwa, da tribo amazônica Enawene Nawe, entrou na lista, e antes dele o samba de roda do recôncavo baiano também foi nomeado. Agora, ao todo são 232 manifestações culturais espalhadas pelo mundo e eleitas patrimônios imateriais da humanidade.