Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Carta

Gerard Depardieu publica carta aberta se defendendo de acusação de agressão sexual: ‘Não sou estuprador, nem predador’

Ator foi indiciado por estupro e agressão sexual em caso de 2018, por Charlotte Arnould

Redação Publicado em 02/10/2023, às 13h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gerard Depardieu (Foto: Clemens Bilan/Getty Images)
Gerard Depardieu (Foto: Clemens Bilan/Getty Images)

Um dos maiores nomes do cinema francês atual, o ator Gerard Depardieu, publicou uma carta aberta neste domingo, 1, na qual se defende das acusações de agressão sexual e estupro que foram feitas contra ele em 2018 pela atriz Charlotte Arnould, filha de velhos amigos do ator. 

O ator usou a plataforma do jornal francês Le Figaro para se manifestar. Sem citar a atriz, Depardieu diz que “uma mulher chegou à (sua) casa pela primeira vez, com leveza e entrou de boa vontade no (seu) quarto. Ela diz hoje que foi estuprada lá.”

+++LEIA MAIS: Diretor francês Philippe Garrel é acusado de oferecer trabalho em troca de favores sexuais

A carta continua: “Ela veio pela segunda vez. Não houve constrangimento, nem violência, nem protesto. Ela queria cantar comigo as músicas de Barbara no Cirque d'Hiver. Eu disse ’não.' Ela apresentou uma queixa.”

O ator foi indiciado pelas acusações em 2020, mas não chegou a ser preso. Sua carreira, no entanto, foi afetada após mais 13 mulheres — incluindo atrizes, maquiadoras e membros de equipes de produção — acusarem o ator de má conduta sexual. O site Mediapart chegou a divulgar um relatório investigativo sobre as denúncias feitas contra Depardieu. O ator negou todas as acusações. 

+++LEIA MAIS: Ator francês Depardieu é acusado de assédio por mais de 10 mulheres

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!