Glastonbury terá palco para deficientes físicos

Festival na Inglaterra projetou estrutura especial para cadeirantes e terá experts em linguagem de sinais para cada apresentação; outra atração é uma rave para surdos

Da redação Publicado em 27/04/2009, às 17h57

A organização do festival inglês Glastonbury anunciou para esta edição - a ser realizada entre 24 e 28 de junho - um palco especialmente desenhado para deficientes físicos.

A parceria foi fechada com o Club Attitude, organização londrina que zela por maior acesso a shows para pessoas que apresentem alguma deficiência física. Segundo o jornal britânico The Guardian, a estrutura inédita contará com rampas para cadeirantes em todos os setores, além de especialistas em linguagem de sinais para acompanhar cada apresentação.

O mais provável é que nenhum dos artistas principais pise o pé no local, que vai abrigar apresentações da banda de punk Heavy Load, o indie do Al Cool and the Stranger Wines e os psicodélicos Spaceships Are Cool. Está marcada, ainda, uma rave projetada para surdos, com sets do DJ Chinaman (surdo desde a infância) - o evento, realizado há seis anos, é baseado na vibração emitida por sons de Bob Marley, Grateful Dead e Jimi Hendrix, entre outros.

O porta-voz do Glastonbury, John Shearlaw, afirmou nesta segunda, 27, que o festival sempre se inclinou à causa de instituições como a Club Attitude. Agora, eles decidiram enfim ir além. "Geralmente, consultamos organizações representativas de deficientes físicos para garantir que o festival seja o mais acessível possível. Este ano, quisemos dar um passo à frente."

No site oficial é possível conferir as credenciais especiais do Glastonbury, que mantém também parcerias com Greenpeace (pró-ecologia), WaterAid (preocupada com questões da água) e Oxfam (contra a pobreza mundial).

O Glastonbury ainda não liberou o line-up, mas já estão confirmados shows de artistas como Blur, Pete Doherty e Kasabian.