Globo não quer minissérie de Lula, o Filho do Brasil

Emissora comprou direitos do filme, mas descartou hipótese de adaptação à TV, segundo jornal

Da redação Publicado em 07/12/2009, às 10h24

A Rede Globo rejeitou a hipótese de transformar Lula, o Filho do Brasil em minissérie. Em novembro, anunciou-se a compra dos direitos do filme, que toma por base os primeiros 35 anos do presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. A Globo, no entanto, não pretende transformar a saga em programa televisivo - um desejo que Fábio Barreto, o diretor, tornou público em setembro. A informação é da coluna de sábado, 5, da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

A primeira exibição pública de Lula, o Filho do Brasil ocorreu no mês passado, durante o Festival de Brasília, com presença maciça de políticos no evento. O filme já ganhou sessões extras, como em São Bernardo, cidade paulista onde o mandatário, nascido em Garanhuns (Pernambuco), semeou carreira na metalurgia. No circuito comercial, o lançamento será em 1º de janeiro.

A cinebiografia de Lula não irá para a TV antes de 2011, por conta das eleições do ano que vem, sinalizou a TV Globo.