Google fecha escritórios e demite empregados

Crise econômica afeta gigante da tecnologia, que pela primeira vez dispensou funcionários que atuavam em tempo integral

Da redação Publicado em 15/01/2009, às 19h10

Nem mesmo uma das maiores e mais conceituadas empresas de tecnologia do mundo escapou das conseqüências da crise na economia mundial. O Google anunciou a demissão de 100 recrutadores de pessoal e o fechamento de três escritórios de engenharia, informa a agência Reuters.

É a primeira vez que a empresa demite um número considerável de funcionários que trabalhavam em tempo integral, disse o analista de investimentos Sandeep Aggrawal. No blog oficial do Google, o vice-presidente de operações Laszlo Bock afirmou que agora a empresa precisa de menos gente especializada em recrutamento, já que irão acontecer menos contratações. "(...) O Google continuará contratando, mas em tempo reduzido", afirmou.

A crise fez com que os anunciantes diminuíssem seus investimentos, o que afeta diretamente a companhia. Boa parte dos lucros vem diretamente da publicidade que é gerada com as buscas, uma das ferramentas mais populares do grupo.

Em novembro, as ações do Google ficaram abaixo dos US$ 300 pela primeira vez.